«

»

out 02 2009

Imprimir Post

HDDScan: ferramenta para diagnóstico e configurações de baixo nível em HDs

Vou manter aqui minha tradição de sempre postar aqui a solução de problemas com computadores que me fizeram quebrar a cabeça por horas ou até mesmo dias, para ajudar outros e também para que eu mesmo não seja traído por minha memória e acabe esquecendo a solução quando encontrar o problema novamente.

O problema começou quando resolvi comprar um novo HD SATA Seagate Barracuda 7200.11 de 1.5TB em uma excelente promoção (que já acabou) da NCIX.com e colocá-lo em uma caixa (enclosure, case) para usá-lo como HD externo por algum tempo (futuramente ele será promovido a HD do meu PC desktop e o HD atual de 750GB  (também SATA, também Seagate Barracuda) passará a ser o HD externo.

Na hora de escolher o case não fiz grandes exigências, os preços variam muito, mas eu queria apenas um que não fosse grande e que suportasse tanto USB 2.0 quanto eSATA, e assim o escolhido foi o mais barato: o Vantec NexStar CX 3.5” SATA to USB 2.0 and eSATA External Hard Drive Enclosure, a Vantec não é a fabricante mais famosa, e esse modelo nem é o último e mais cheio de recursos, mas tudo indicava que ia atender perfeitamente minhas necessidades, além de ser leve, ter um design sóbrio e o mais importante: barato, menos que metade que qualquer outro modelo, também na NCIX.com.

Pedido feito e o HD e o enclosure chegaram em alguns dias. A instalação é tranqüila, bastante fixar o HD em uma base com 4 parafusos fornecidos, encaixá-la na placa de circuito, colocá-la dentro do case e conectar o fio do LED do case na placa do mesmo. Com o enclosure também vem a fonte, os cabos USB e eSATA e até um espelho com a porta eSATA para o caso de não ter vindo com a placa-mãe (ou ter sido gatunado por algum montador de micro de fundo de quintal).

Enclosure ligado e o HD partiu e funcionou perfeitamente. Mas havia um problema, o HD não desligava nunca, mesmo quando não estava sendo utilizado, e até mesmo quando desconectado. No enclosure tem um botão de ligar de desligar, mas ter de ligar manualmente um HD que vai servir para backups automáticos não é algo muito inteligente. Por outro lado deixar o HD ligado 24 horas por dia, 7 dias por semana iria provavelmente diminuir sua vida útil além de aumentar lentamente os gastos com energia, que mesmo sendo pouco iria acabar somando para a diferença de ter comprado um modelo de enclosure mais avançado.

Minha experiência com enclosures é zero, esse é o meu primeiro, porém já tive experiência com HDs externos e apenas alguns desligavam sozinho após algum tempo, no caso os FreeAgent da Seagate. Resolvi então procurar uma solução na rede, mas sem grandes esperanças, vi que a Vantec tem um modelo mais novo e mais caro cujo atrativo é justamente gerenciar energia, o que desanimou ainda mais, já que isso diminui as chances de o modelo antigo ter tal recurso. As respostas que encontrei eram de que alguns enclosures tem a função de desligar quando inativos e outros não, e que alguns HDs tinha essa função por si sós e outros não. E tudo indicava que eu peguei uma dupla de HD e enclosure onde ambos não tinham essa função.

Sem desistir, fui ao site da Seagate e tentei o SeaTools for Windows para ver se achava alguma configuração oculta, mas não achei nada. Estava quase desistindo quando achei o software do título, o HDDScan, essa ferramenta excelente permite diagnosticar e configurar HDs IDE, SATA, SCSI, arrays RAID, HDs externos USB e Firewire, memórias flash, etc. e dentre as suas funções tem a verificação de dados do S.M.A.R.T. (que ele conseguiu verificar até mesmo no HD dentro do enclosure, coisa que o SeaTools não conseguiu), varredura de superfície, ajustes de AMM (Automatic Acoustic Management), APM (Advanced Power Management) e justamente o que eu estava procurando, a função de colocar um tempo para que o HD desligue sozinho quando inativo.

Com o HDDScan é possível configurar um intervalo ajustável que vai de 5 segundos até várias horas para que o HD desligue sozinho quando estiver inativo. Por desligar sozinho entenda que ele estará em espera e voltará a funcionar assim que precisar ser utilizado novamente. Além disso ainda tive a oportunidade de ajustar o APM, que permite que você escolha o nível do gerenciamento automático de ruído acústico, e aqui você pode optar por mais barulho e mais desempenho ou menos barulho e menos desempenho ou qualquer configuração intermediária. Eu optei por mais desempenho.  No HDDScan também tem os botões Spindown e Spinup, que fazem o HD desligar e ligar imediatamente.

Configurei então o HD para desligar em 30 minutos de inatividade, fiz o teste e tudo perfeito como esperado, após os 30 minutos ele desligou, não fazendo mais barulho algum e o enclosure permaneceu ligado com o LED aceso. O Windows continuou mostrando o HD como conectado, pude até clicar nele e ver a lista de diretórios sem acordá-lo (não sei se no cache do próprio Windows, do enclosure ou talvez do próprio HD), pedi então para criar um novo diretório o que fez com que o HD acordasse e ficasse plenamente funcional em poucos segundos.

Enfim, o HDDScan salvou o dia e acabou suprindo a ausência da função do enclosure barato através da mesma função no próprio HD que por motivo que desconheço fica obscura e não pode ser ajustada nem mesmo pelo software da própria Seagate. E espero que esse texto possa ser útil para que outras pessoas passem menos tempo quebrando a cabeça e pesquisando no Google por solução semelhante.

Atualização: o site novo do HDDScan é este, onde já tem uma versão mais nova da que a que eu passei. Ela dá suporte a linhas de comando, o que vai ser útil pra mim porque descobri que as alterações que faço no “Power Management” não são permanentes e são perdidas se o case do HD é desligado, o que não é um grande problema visto que a idéia do PM é justamente não ficar desligando o case, mas mesmo assim acho conveniente fazer um batch para que ele dê o comando automaticamente a cada inicialização, para eventuais desligamentos.

Sobre o autor

Skooter

Skooter é cientista da computação e fundador do Skooter Blog. Tem interesse em tudo relacionado a tecnologia e gosta de economizar fazendo suas compras diretamente do exterior.

Link permanente para este artigo: http://www.skooterblog.com/2009/10/02/hddscan-ferramenta-diagnostico-baixo-nivel-hds/

Deixe um comentário

3 Comentários em "HDDScan: ferramenta para diagnóstico e configurações de baixo nível em HDs"

Notificar sobre
avatar
Ordenar por:   mais novos | mais velhos | mais votados
Eduardo
Visitante
Eduardo

Parabéns pelo blog, essas análise são muito bem elaboradas e ajudam muito !
Muito sucesso pra vc !

Eduardo
Visitante
Eduardo

“análises”, desculpe.

Marcelo
Visitante
Marcelo

Bacana demais essa ferramenta, também tenho um case externo, ligado naquele NAS da deal e o bicho fica ligado o tempo todo, esquenta bem e gasta energia a toa, cheguei a comprar um kill a watt pra medir o consumo (no ebay custa 1/3 do que pedem aqui, mas ainda não recebi)
Agora com essa dia do hddscan vai dar pra ver a diferença
A unica coisa, é que ele não rodou no meu raid não, ele até reconhece o raid, mas não deixa rodar nenhum teste nem alterar nada

wpDiscuz