«

»

jan 23 2010

Imprimir Post

FocalPrice: Baterias Recarregáveis NiMH 9V 250mAh Tweens Amigáveis ao Ambiente (Tweens 9V 200mAh NIMH Rechargeable Environmentally Friendly Battery)

Finalmente o primeiro review de 2010 aqui no Skooter Blog: são três Baterias Recarregáveis 9V 250mAh Tweens Amigáveis ao Ambiente (Tweens 9V 200mAh NIMH Rechargeable Environmentally Friendly Battery) adquiridas na FocalPrice (SKU EB012X).

A bateria Tweens tem preço unitário de $4,04 dólares americanos, e descontos progressivos para maiores quantidades. Para 3 delas o preço cai para $3,74 dólares, aproveitei e usei um cupom de $5 dólares para compras acima de $10 dólares, obtidos com meus pontos na FocalPrice, e assim as três baterias custaram apenas $6,22 dólares, ou pouco mais de R$ 10,00. Esse custo é inferior ao de uma única bateria de 9V alcalina aqui no Brasil, então mesmo que o rendimento não seja tão bom ainda foi um excelente negócio.

Baterias recarregáveis NiMH 250mAh Tweens

Baterias recarregáveis NiMH 250mAh Tweens

De acordo com o anúncio na FocalPrice essas são baterias de 8,4V, ou seja, possuem 7 células internamente, o que é um bom sinal. Para quem não entendeu eu explico: as baterias de 9V alcalinas contém internamente 6 células de 1,5V (a mesma voltagem das pilhas AA, AAA, C, D, etc.) ligadas em série para atingir os 9V, cada uma dessas células tem o mesmo tamanho de uma bateria tamanho AAAA. No caso de baterias recarregáveis de níquel-hidreto metálico (NiMH), as células tem tipicamente 1,2V em uso, o que não costuma ser problema na grande maioria dos aparelhos, pois as células comuns só tem 1,5V quando novas, mas a voltagem vai caindo conforme o uso, ao contrário das NiMH que tem uma queda de voltagem mais acentuada durante a descarga. Assim as primeiras “baterias de 9V” NiMH utilizavam 6 células NiMH de 1,2V, tendo, portanto, uma voltagem em uso típica de 7,2V. Depois surgiram as baterias com 7 células NiMH de 1,2V, totalizando 8,4V. Essas são as mais comuns hoje em dia, e é o caso dessas Tweens que eu adquiri. Finalmente existem as baterias com 8 células NiMH de 1,2V, totalizando 9,6V, essas são mais raras e também devem ser usadas com cautela porque ultrapassam a voltagem nominal de alguns aparelhos, apesar de que 0,6V a mais raramente causa problema.

Com relação à capacidade, o anúncio indica 200mAh, inclusive é esse o valor que aparece nas fotos lá na FocalPrice. Porém recebi baterias de 250mAh, provavelmente o fabricante atualizou o produto e a FocalPrice ainda não atualizou o anúncio. Resta saber se realmente houve alguma atualização internamente, ou se apenas trocaram o valor no selo. De qualquer forma é pouco provável que essas baterias atinjam tal capacidade, a maioria dos fabricantes chineses colocam uma capacidade maior do que a real em suas baterias, e mesmo as baterias NiMH de marca não costumam chegar a esses valores maiores, que são exclusivos das alcalinas (veja aqui um teste com algumas alcalinas), então ficarei feliz se cada bateria dessas tiver uma capacidade de 150mAh ou mais. Ficarei mais feliz ainda se a auto-descarga dessas baterias for relativamente baixa, pois pretendo utilizá-las em aparelhos de baixo consumo ou usados esporadicamente (rádio relógio, monitor de áudio, testador de cabos, etc.). Não tenho conhecimento de baterias de baixa auto-descarga no estilo das Eneloop, então o que posso esperar é que durem pelo menos alguns meses, uma recarga semestral já estaria de bom tamanho.

O anúncio diz que as baterias são amigáveis com o meio-ambiente (environmentally friendly), mas ela não tem nada que todas as outras baterias NiMH não tenham. O mérito dela é não conter cádmio, metal altamente tóxico usado nas baterias recarregáveis NiCd, predominante alguns anos atrás, e que gradativamente foram sendo substituídas pelas NiMH, apesar de ainda serem encontradas em telefones sem fio e outros aparelhos.

As baterias vieram sem embalagem específica e sem lacre, apenas em saquinhos plásticos individuais. Elas tem o corpo todo de plástico, exceto pelos contatos metálicos, igual às BTY que adquiri na DealExtreme em 2008. O acabamento parece bom. O corpo é envolto por uma adesivo metálico bastante brilhante com detalhes e escritos em laranja e preto. Nele pode ser lido a marca “Tweens”, que aparentemente não é uma marca chinesa das mais famosas, também não encontrei nenhum site oficial. Também pode ser lida a capacidade nominal de 250mAh, a voltagem de 8.4V, e uma série de escritos em chinês que não consigo decifrar. Há algumas letrinhas miudinhas associando 20mA com o número 15 e 60mA com o número 5. Multiplicando o par de fatores dá 300mA nos dois casos, então creio que se trata do tempo de recarga ou algo parecido.

Baterias recarregáveis NiMH Tweens, sem embalagem específica

Baterias recarregáveis NiMH Tweens, sem embalagem específica

Detalhes do acabamento das baterias Tweens

Detalhes do acabamento das baterias Tweens

Testadas uma a uma no multímetro as três baterias indicaram 8,52V, 8,69V e 8,55V. Como assim acima da voltagem nominal de 8,4V? Sim, isso é normal, pois a voltagem nominal é a típica, ou seja, a observada quando a bateria está com carga e descarregando (conectada em algum aparelho sendo utilizado). Uma célula NiMH cheia medida sem carga chega facilmente em 1,35V a 1,45V, então uma bateria dessas (com 7 células) totalmente carregada pode atingir valores de 9,45V a 10,15V.

Bateria recém-chegada indicando 8,52V no multímetro

Bateria recém-chegada indicando 8,52V no multímetro

Outra bateria recém-chegada, essa indicando 8,69V no multímetro

Outra bateria recém-chegada, essa indicando 8,69V no multímetro

A terceira bateria recém-chegada, indicando 8,55V no multímetro

A terceira bateria recém-chegada, indicando 8,55V no multímetro

Infelizmente o meu La-Crosse BC-9009 que recarrega e testa a real capacidade das baterias só serve para pilhas AA e AAA, portanto continuo utilizando meu carregador BTY GN-96 adquirido na DealExtreme para recarregar as baterias de 9V. Coloquei duas das baterias no carregador e após cerca de uma hora e meia os LEDs do BTY ficaram verdes, isso dá aproximadamente 75mA fornecidos para cada bateria, o que não significa que essa seja a real capacidade delas, pois ambas já tinham alguma carga inicialmente, além de que nem toda a carga fornecida no carregamento é realmente armazenada, há perdas. Sem um testador como o La-Crosse BC-9009 para baterias de 9V o teste só poderia ser feito monitorando as voltagens enquanto a bateria está conectada a uma carga constante e conhecida e verificar quanto tempo ela demora para descarregar (que nada mais é do que o que o La Crosse faz de forma computadorizada). Esse teste eu ficarei devendo, irei avaliar as baterias pelo desempenho na prática mesmo e espero poder informar isso em breve. Após o carregamento as baterias recarregadas indicaram 9,91V e 9,73V, valores totalmente dentro do esperado como expliquei no parágrafo anterior.

Duas baterias NiMH Tweens 9V no carregador da BTY

Duas baterias NiMH Tweens 9V no carregador da BTY

Bateria Tweens após a carga, indicando 9,91V

Bateria Tweens após a carga, indicando 9,91V

Segunda bateria Tweens após a carga, indicando 9,73V

Segunda bateria Tweens após a carga, indicando 9,73V

Quanto a compra, foi realizada em 11/11/2009, enviada em 13/11/2009 e chegou em 22/01/2010. Foram mais de 2 meses em trânsito até que o pacote sem rastreamento chegou sem tributação e sem qualquer carimbo da receita federal. A explicação para tanta demora é o conjunto de 3 fatores, que listarei por ordem de mais relevante a menos relevante na minha opinião:

  1. Atraso da Receita Federal: as informações (não confirmadas) são de que a Receita Federal resolveu enviar pacotes do Brasil todo (ou de mais alguns estados) para serem fiscalizados pela Receita Federal em Curitiba (São José dos Pinhais), o posto famoso por cobrar imposto em quase tudo (com rastreamento) que passa por lá. Vale lembrar que os pacotes do interior de São Paulo que inicialmente eram fiscalizados pela Receita Federal em São Paulo passaram a ser fiscalizados em Curitiba a partir do final de 2008. E agora no final de 2009 resolvem fazer isso com alguns outros estados. Há quem diga que isso foi só por causa da época de Natal, mas como os pacotes do interior de São Paulo nunca voltaram a passar por São Paulo (mesmo após o Natal), creio que vai continuar tudo assim em 2010. Essa sobrecarga dos fiscais de São José dos Pinhais provavelmente torna a Receita Federal a principal responsável pelos atrasos das encomendas internacionais. Agora além de enfrentarmos esse protecionismo abusivo de terceiro mundo que tributa produtos internacionais que nem são fabricados no Brasil ainda temos de enfrentar esses atrasos absurdos.
  2. Atraso do Correio de Hong Kong: esse é confirmado e foi noticiado tanto pela FocalPrice quanto pela DealExtreme. O correio de Hong Kong recebeu um volume de pacotes internacionais bastante grande nesse final de ano, talvez em virtude da recuperação da crise mundial e da queda do dólar. Além disso, houve uma diminuição no número de vôos da China para o Brasil e alguns outros países. Esses dois fatores fizeram com que o correio de Hong Kong começasse a acumular pacotes, sem ter espaço nos vôos para enviá-los todos, causando atrasos. Provavelmente foram priorizados os EMS, enquanto que os Airmail comuns e registrados foram deixados de lado e encaixados aos poucos nos espaços disponíveis em cada vôo. Vale lembrar que o airmail internacional de Hong Kong é extremamente barato comparado ao de outros países, isso provavelmente inviabiliza fretar vôos para levar pacotes acumulados. Os atrasos foram confirmados por compradores que tinham pacotes com rastreamento que chegaram a demorar semanas para sair de Hong Kong. O meu eu não sei dizer quanto demorou por não ter rastreamento. Mas essa situação felizmente parece já estar normalizada e os pacotes já voltaram a sair de Hong Kong poucos dias após postados.
  3. Atraso dos Correios brasileiro: o correio brasileiro também colocou uma mensagem para quem tentava rastrear pacotes internacionais dizendo que haveriam atrasos por causa do volume grande de pacotes no final do ano. Esse fator deve ser menos relevante que os outros dois, mas provavelmente também colaborou.

O pacote da FocalPrice continua sendo um envelope bolha branco, com remetente anotado como sendo “FINEOU”, conteúdo assinalado como “Other”, declarado como “Gift electronics” e com valor declarado como $10, sem especificar moeda. A assinatura impressa é de alguém chamado “Cui”.

Pacote da FocalPrice, chegando após mais de dois meses, sem rastreamento e sem tributação

Pacote da FocalPrice, chegando após mais de dois meses, sem rastreamento e sem tributação

Declaração de conteúdo no pacote da FocalPrice

Declaração de conteúdo no pacote da FocalPrice

E vou encerrando por aqui. Se você também quiser fazer suas compras na FocalPrice, direto de Hong Kong, clique aqui e boas compras.

Sobre o autor

Skooter

Skooter é cientista da computação e fundador do Skooter Blog. Tem interesse em tudo relacionado a tecnologia e gosta de economizar fazendo suas compras diretamente do exterior.

Link permanente para este artigo: http://www.skooterblog.com/2010/01/23/focalprice_baterias_recarregaveis_nimh_9v_250mah_tweens/

Deixe um comentário

18 Comentários em "FocalPrice: Baterias Recarregáveis NiMH 9V 250mAh Tweens Amigáveis ao Ambiente (Tweens 9V 200mAh NIMH Rechargeable Environmentally Friendly Battery)"

Notificar sobre
avatar
Ordenar por:   mais novos | mais velhos | mais votados
Leonardo
Visitante
Leonardo

Parabéns pelo review! Quanto a demora pela entrega, meus pedidos também estão assim… Comprei dia 18/11 enviaram 23/11 e até hoje nada. Como não tem rastreamento fico com uma dúvida: Será que vai chegar ou o Maluf está trabalhando nos Correios???

Vendo a data da sua compra, talvez essa semana chegue.

Abraços

Leonardo
Visitante
Leonardo

Vixi, confundi na em pela na primeira linha (RS…)
FDS é brabo né!

Spike
Visitante

Opa fabricio, sera q ainda tem chance dos meus pedidos de 16 de novembro da focal chegarem? =]

Leonardo
Visitante
Leonardo

Encontrei seu site pesquisando sobre o DX, rastreamento e etc.. Achei muito interessante seus reviews e inclusive devo comprar um La-Crosse 700, (bem parecido com o seu, conhece??) e um pack de 8 pilhas da eneloop na amazon (concorda ou tem alguma sugestão melhor??).

Agora, meu caso é o seguinte:

Eu comprei um “DIGIMATE III 2.0” na DX em 15/12/09;
Foi enviado em 17/12/09 pro Hong Kong Post;
Saiu de Hong Kong em 29/12/09.
E ainda não chegou!!! 🙁

Minha compra foi de $32,13 e tenho o número do rastreamento, mas nos correios consta como não cadastrado ainda!!!
Normalmente o rastreamente só é possível proximo da entrega??
Será que ainda vou receber??

Abs.

Bruno
Visitante

Meus pedidos também estão atrasados. Um pedido da Deal Extreme foi enviado dia 23/11 e chegou aqui dia 21/12. Já meus pedidos da FocalPrice foram enviados dia 28/11, apenas 5 dias depois do dealextreme, e até agora nada! Entrei em contato com eles e eles me pediram mais 2 semanas pra ver se os produtos chegam… não tenho muita alternativa… Mas bom saber que pode existir uma luz no fim do túnel hehe. Parabéns pelo blog! Foi por causa de seus relatos que decidi começar a comprar de lá! Obrigado!

Ricardo
Visitante
Ricardo

Estou aguardando uma compra que fiz na DealExtreme no mês passado, segundo o código de rastreamento chegou dia 22 (sexta-feira passada) no Brasil, porém, até hoje só consta a entrada no Brasil, será que já está vindo ou o que será que aconteceu?

ViniS
Visitante

eu também estou com 2 encomendas atrasadas.
uma da DX outra do ebay

foram compradas em dezembro, tenho os números de rastreamento, mas no site do correios dizem que não estão cadastradas.

É impressionante o atraso dos correios do brasil… é uma vergonha os serviços prestados por essa estatal.
A solução é a privatização!
Alguem se lembra como era as telecomunicações no brasil? Telefone era considerado um BEM DE LUXO, depois da privatização que virou um serviço essencial.
E também se lembram da reserva de mercado? Os computadores eram defasados e caríssimos. Só com a abertura que o brasil conseguiu ao menos sair da era pré-historica da informática.

Leonardo
Visitante
Leonardo

O meu “DIGIMATE III 2.0″ enfim chegou no Brasil, no dia 26/01. Mas, como o do Ricardo, só consta a entrafa e não saiu de conferido no site de rastreamento, desde então.
Vou esperar!!

Abs.

Bruno
Visitante

Apenas uma atualização: meus pedidos chegaram. Um na semana passada e o outro ontem. Mais de 2 meses depois, mas chegaram. A Dealextreme, na media, entrega la em casa em 30 dias. Valeu!

trackback

[…] FocalPrice: Baterias Recarregáveis NiMH 9V 250mAh Tweens Amigáveis ao Ambiente (Tweens 9V 200mAh N… […]

Royale
Visitante
Royale

Alguém aqui tendo problemas com a tributação?

De uma hora para a outra tudo que compro começou a ser tributado, está horrível.
Se continuar assim não vou ter mais como comprar nada.

Ricardo
Visitante
Ricardo

Você é de que estado e/ou de onde vem a cobrança dos impostos?

Kalil
Visitante

Meu, comprei alguns produtos na focalprice dia 11/10/2010 e até agora só aparece processing e nada, sabem de algo que esta acontecdendo, me avisem.

vlw e boa review

Felipe
Visitante
Felipe

Skooter poderia me dizer a qualidade e a durabilidade desta bateria? é melhor Tweens ou a BTY? quero comprar algumas para usar em meu multimetro.

Obrigado
Felipe

wpDiscuz