out 29 2008

Mega Drive completa 20 anos de existência

Cartucho do Ayrton Sennas Super Monaco GP II, preciosidade da época (1992) que tenho até hoje

Cartucho do Ayrton Senna's Super Monaco GP II, preciosidade da época (1992) que tenho até hoje

O Mega Drive, console de maior sucesso da Sega, completou 20 anos de existência, desde seu lançamento em 29 de outubro de 1988. Naqueles tempos eu ainda jogava Atari (provavelmente graças a maldita reserva de mercado, que deixa resquícios até hoje), iria passar pelo Master System alguns anos depois e finalmente chegar no Mega Drive (na verdade um Sega Genesis americano) por volta de 1991 ou 1992 (está difícil de lembrar), mas ele veio com o Sonic, então certamente foi em 1991 ou depois. Me diverti bastante com clássicos como Sonic, Sonic 2, e todas as demais versões, Ayrton Senna’s Super Monaco GP II, Streets of Rage (todos também), Revenge of Shinobi, Shadow Dancer, QuackShot, Gaiares, Kid Chameleon, Mickey Mouse in the Castle of Illusion e Out Run, só para citar alguns de meus favoritos.

O Mega Drive, juntamente com o Master System, o Atari 2600 e o Super Nintendo, fizeram parte de minha infância. A molecada de hoje, acostumados com Playstation 2, X-Box e afins riem dos gráficos e sons desses consoles clássicos, mas no quesito diversão eles sem dúvida deixam muitos jogos dos consoles recentes para trás, mesmo com toda a inferioridade técnica. E quanto mais eu vejo os jogos modernos, mais saudade sinto dos bons e velhos jogos de plataforma.

O UOL jogos fez uma matéria muito boa sobre os 20 anos do Mega Drive, falando desde o seu antecessor Master System que não teve muito sucesso no Japão e EUA frente ao Nintendo, apesar de ter tido bastante sucesso na Europa e no Brasil. Chegando ao Mega Drive, fala dos primeiros jogos que eram conversões e continuações de jogos de Arcade, onde a Sega dominava. Depois a briga pelo mercado dos EUA com o Super Nintendo, com a Sega tendo a vantagem de ter chegado na frente e contar com clássicos como Sonic e jogos estampados por celebridades como o Moonwalker com Michael Jackson, Knockout Boxing com James Buster Douglas e Super Monaco GP II com Ayrton Senna.

A matéria também fala do relativo fracasso comercial dos acessórios do Mega Drive, como o Sega CD (que até que vendeu bem) e o 32X (esse sim um belo fracasso), além de falar da trajetória do Mega Drive no Brasil, lançado pela Tec Toy e tendo por muito tempo concorrência apenas do Super Nintendo contrabandeado, já que a Nintendo só chegou por aqui oficialmente com a Playtronic, muito mais tarde.

A matéria só ficou devendo uma crítica maior à versão atual do Mega Drive, produzido pela Tec Toy, em sua versão sanduícheira, que só faltou o George Foreman para estampar a capa, apenas como jogos na memória, sem slot de cartucho, com design tanto do console quanto dos controles totalmente despersonalizado, além de um processador que suspeita-se não ser mais o mesmo, devido à lentidão em alguns jogos. Há até quem diga que o console apenas emula o Mega Drive hoje, já que ele também é capaz de rodar jogos adaptados de celulares, então é possível que o Mega Drive atual seja um processador de celular com máquina virtual Java para rodar os joguinhos de celular da Eletronic Arts (Fifa 2008™, Need for Speed Pro Street™, The Sims 2™ e Sim City™) e um emulador para rodar os jogos de Mega Drive. Mas essas especulações somente a Tec Toy, ou alguém que tiver coragem de gastar dinheiro com isso e der uma boa fuçada, podem responder.

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2008/10/29/mega-drive-completa-20-anos-de-existencia/

Deixe um comentário

1 Comentário em "Mega Drive completa 20 anos de existência"

Notificar sobre
avatar
Ordenar por:   mais novos | mais velhos | mais votados
wpDiscuz