jul 23 2009

DealExtreme: Drive Óptico Externo Portátil Slim USB 2.0 Combo Blu-Ray 2X + DVD+/-RW 8X + CD-RW 8X (Slim Portable USB 2.0 2X Blu-Ray + 8X DVD+/-RW + 8X CD-RW Combo External Optical Drive)

O review de hoje é de um Drive Óptico Externo Portátil Slim USB 2.0 Combo Blu-Ray 2X + DVD+/-RW 8X + CD-RW 8X (Slim Portable USB 2.0 2X Blu-Ray + 8X DVD+/-RW + 8X CD-RW Combo External Optical Drive) adquirido na DealExtreme. Este é um drive externo que lê e grava CD-ROM, CD-R, CD-RW, DVD-ROM, DVD-RAM, DVD-R, DVD-RW, DVD+R, DVD+RW e que também lê discos Blu-Ray (BD-ROM, BD-R, BD-RE). Esse diferencial de ler Blu-ray o torna uma opção barata para assistir filmes em blu-ray de alta definição (HD) no PC, no laptop ou mesmo na TV através de um HTPC com saída HDMI ou mesmo VGA, que já é suficiente para a resolução de 1920×1080 (Full-HD). Além disso, esse drive também é uma opção para quem já tem um player de blu-ray (como o Playstation 3) poder fazer backup de seus filmes em mídia DVD comum, mas mantendo a alta definição, com ajuda de softwares como BD Rebuilder, usando no backup o formato AVCHD que é aceito pela maioria dos blu-ray players, assim poupando os caríssimos originais. Finalmente ele também é uma opção para mini-laptops que não vem com drive óptico, pois é um leitor/gravador de CDs e DVDs completo, porém para assistir filmes em blu-ray é necessário se certificar que o processador é poderoso o suficiente para decodificar áudio e vídeo de alta definição.

Na caixa não há indicação de quem seja o fabricante, mas se trata de um drive slim MATSHITA BD-CMB UJ-120 OEM devidamente acoplado nesse case plástico.  Na parte traseira da caixa há o código produto e número de série, além do “Made in China” e um selo com o logotipo do Blu-ray.  Na caixa temos o drive devidamente protegido em um saquinho plástico e protegido por papelão, um saquinho de tecido para protegê-lo no transporte, cabo USB de dados, um cabo USB só de energia, um adaptador de corrente alternada, manual de instruções e um CD com drivers para o Windows 98/SE (ele é plug-and-play nos SOs mais modernos: Windows 2000, XP, Vista, etc.).

Caixa do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Caixa do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Parte traseira da caixa do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Parte traseira da caixa do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW, acompanhado de cabo USB, cabo de energia, adaptador AC, saquinho para transporte, manual de instruções e CD com driver para Windows 98

Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW, acompanhado de cabo USB, cabo de energia, adaptador AC, saquinho para transporte, manual de instruções e CD com driver para Windows 98

Fonte e cabos do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Fonte e cabos do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Na tampa da frente do drive temos os tradicionais logotipos de: “Compact Disc Rewritable Ultra Speed”, “DVD+ReWritable”, “DVD-R/RW” e “Blu-ray Disc”, botão EJECT, LED que indica o funcionamento e o buraquinho para forçar a abertura do drive na falta de energia.

Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Na parte traseira há uma entrada USB e uma entrada de energia. O drive pode funcionar apenas com o cabo USB, pois ele já fornece energia (500mA) para fazê-lo funcionar, porém para alcançar as maiores velocidades de gravação é necessário usar uma porta USB adicional para ligar o cabo incluso que tem um plug USB em uma ponta e um plug de energia na outra, fornecendo assim mais 500mA para o drive, totalizando 1A. Na falta de uma porta USB extra (ou no caso do drive estar ligado a um HUB USB não energizado) pode ser usada a alimentação externa através do adaptador AC incluso, ele é bivolt (aceita qualquer voltagem na faixa 100-240V), tem plug com pinos redondos e fornece saída de 5V 1000mA segundo a especificação. Nos meus testes gravei apenas um DVD+RW e fiz leitura de discos Blu-ray, e nesses casos a energia de uma única porta USB foi suficiente para atingir a velocidade máxima, portanto essa informação de que a alimentação extra é necessária para atingir as velocidades maiores de gravação é por conta da DealExtreme.

Parte traseira do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Parte traseira do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Parte inferior do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Parte inferior do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Abrindo a bandeja drive é possível observar duas lentes, uma amarelada e uma azulada, que fazem as leituras das mídias CD, DVD e Blu-Ray. Tem 8MB de buffer, o que é uma boa vantagem visto que há modelos que cortam custo no buffer, deixando com apenas 2MB. A interface é USB 2.0, de modo que não haverá gargalo no barramento USB.

As duas lentes do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

As duas lentes do Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW

Ao conectar o drive a uma porta USB do PC ou laptop com Windows Vista o reconhecimento é imediato e não há necessidade de instalar qualquer driver adicional. O drive é reconhecido como um “MATSHITA BD-CMB UJ-120 USB Device”, como era esperado. Dentre os IDs de hardware listados no gerenciador de dispositivos aparecem:

USBSTOR\CdRomMATSHITABD-CMB_UJ-120___1.01
USBSTOR\CdRomMATSHITABD-CMB_UJ-120___
USBSTOR\CdRomMATSHITA
USBSTOR\MATSHITABD-CMB_UJ-120___1
MATSHITABD-CMB_UJ-120___1
USBSTOR\GenCdRom
GenCdRom

Além disso, o dispositivo pai é indicado como sendo “USB\VID_05E3&PID_0701\5&1a5396ad&0&1”. Aparentemente há um dispositivo USB que é o adaptador IDE-USB do case e um segundo dispositivo, conectado ao primeiro, que é o drive instalado no case.

O SiSoft Sandra indica as seguintes informações na porta USB onde ele está instalado:

Root Hub: USB Port 1
Status : Device Connected
Device Connected to Port : USB Mass Storage Device
OEM Device Name : Genesys Logic USB 2.0 IDE Adapter
Device Version : 0.33
Device ID : VEN_05E3, DEV_0701, PRT_00
USB Version : 2.00
Speed : High (480Mbps)
Configuration Settings : 1
Open Pipes : 2
Transfer Type : Bulk
Data Packet Size : 64bytes

Nos testes deixei meio de lado as funções de gravação/leitura de CDs e DVDs pois já tenho drives específicos pra isso com um custo menor, logo não compensa ficar “gastando” o leitor do novo drive com eles, meu objetivo era realmente a leitura de Blu-ray e assim meus testes focaram nisso. Usando meu Blu-ray original do filme “Marley & Me” (Marley e eu) consegui assistí-lo tranqüilamente usando o Cyberlink PowerDVD (tanto a versão 8 quanto a 9) em um micro com processador Core 2 Quad. Aparentemente não há software gratuito que exiba filmes Blu-ray no Windows, então considere esse custo adicional. Donos de laptop também devem considerar que modelos mais antigos podem não ter poder de processamento suficiente e com isso a reprodução pode sofrer com frameskip (quadros pulados), mas isso não tem nenhuma relação com o drive que apenas faz a parte dele na leitura, cabe ao software decodificar o formato e reproduzí-lo. Não sei dizer se o WinDVD (concorrente do PowerDVD) consegue ser mais leve nesse sentido, pois não o tenho para testar. Ativar a opção em que o PowerDVD usa a aceleração da placa de vídeo também ajuda a diminuir a carga no processador e funciona tanto nas placas NVidia em desktops (não testei com ATI) quanto nas aceleradoras onboard da Intel presente em vários modelos de laptop.

No Blu-ray o mundo foi dividido em 3 regiões, o drive vem sem região selecionada de forma que o comprador pode selecionar qualquer uma delas e alterá-las por um número limitado de vezes. O Blu-ray dos meus testes é dos Estados Unidos, portanto Região A, a mesma do Brasil. Não precisei selecionar nenhuma região no drive para assistir o filme (ele permanece sem região selecionada), apenas no PowerDVD eu precisei configurar, mas talvez isso tenha relação com o AnyDVD HD que está instalado no meu sistema.

A velocidade de leitura de Blu-ray em 2X não é das mais rápidas, mas é suficiente para assistir vídeos. Não tenho Blu-ray apenas de dados para testar, mas copiar um Blu-ray de 40GB para o HD leva cerca de 2 horas. Fiz um backup do filme usando o AnyDVD para copiá-lo para o HD removendo a criptografia, o BD Rebuilder para recomprimir apenas o filme principal para caber em um DVD de única camada, mantendo a alta definição e convertendo o áudio de DTS 5.1 Master Lossless para Dolby Digital 5.1, e o AVCHDPatcher, para modificar o arquivo de indíce, de modo que o Blu-ray player o identifique como um disco AVCHD. O disco resultante foi gravado em um DVD de camada única e testado em um PlayStation 3, funcionando perfeitamente, com excelente imagem Full-HD 1080p sem perda perceptível em relação ao original, mantendo o áudio original, o dublado, todas as legendas e as divisões de capítulos. Desse modo, esse drive também é uma excelente opção para quem quer fazer backups de seus caríssimos filmes Blu-ray originais e assim usar somente a cópia, deixando os originais bem guardados, especialmente útil para crianças (e alguns adultos) que manuseiam os discos sem muito cuidado, com a vantagem extra de ir direto ao filme, sem ter que aguentar a falta de respeito imensa dos estúdios que obrigam o pobre coitado que pagou 25-30 dólares num filme original a assistir uma dúzia de trailers e avisos antes de conseguir chegar ao menu principal. So para exemplificar, no “Marley & Me” a falta de respeito foi tanta que não dá para ir direto ao menu principal, é preciso pular todos os trailers um a um e ver todos os avisos e vinhetas que não é nem possível pular, perdendo vários minutos para conseguir simplesmente assistir o filme.

Quanto à compra, foi feita no dia 28/06, enviada em 30/06, chegou ao Brasil em 06/07 caindo na maldita fiscalização da alfândega em São José dos Pinhais no Paraná, de onde saiu no dia 15/07 (dessa vez enrolaram 9 dias por lá) e ficou disponível na agência de correios no dia 17/07, onde um funcionário chato ficou falando mal de mim pelas costas (ouvi ele resmungando no telefone) porque eu não espero o aviso chegar antes de ligar e perguntar o valor para ir buscar logo. Não adianta explicar para aquela múmia que o aviso raramente vem, e dessa vez não foi exceção, mais uma vez o aviso não veio e se não fosse eu ficar de olho no rastreamento certamente o pacote acabaria voltando para Hong Kong depois de um mês. Abaixo o rastreamento dos correios:

DataLocalSituação
20/07/2009 13:16AC RIO CLARO – RIO CLARO/SPEntregue
Recebido por [REMOVIDO]
17/07/2009 10:07AC RIO CLARO – RIO CLARO/SPAguardando retirada
Endereço: RUA 1,1171 – CENTRO
16/07/2009 18:29CTE CAMPINAS – VALINHOS/SPEncaminhado
Em trânsito para AC RIO CLARO – RIO CLARO/SP
15/07/2009 16:12CTE CURITIBA/ENC INTERNACIONAL – SAO JOSE DOS PINHAIS/PREncaminhado
Em trânsito para CTE CAMPINAS – VALINHOS/SP
08/07/2009 15:10CTE CURITIBA/ENC INTERNACIONAL – SAO JOSE DOS PINHAIS/PREncaminhado
Em trânsito para FISCALIZACAO/CUSTOMS/XX
06/07/2009 16:46BRASIL – BRASIL/XXConferido
Recebido/Brasil

O pacote foi tributado pela Receita Federal em Curitiba, consideraram que o valor do bem era 20 dólares americanos, valor tributável de R$ 40,29 e com isso o imposto não saiu tão caro: em R$ 24,17 (60% dos R$ 40,29). Aliás, saiu a alíquota que seria considerada justa, próximo aos valores cobrados no primeiro mundo nas ocasiões em que eles cobram impostos de importação, bem longe dos abusivos 60% definidos na lei brasileira. Eles não abriram o pacote, que veio descrito pela DealExtreme como “HARDWARE PARTS” e com valor declarado de 45 dólares de Hong Kong. “Hardware Parts” é uma descrição vaga, mas não está errada, logo não haveria desculpa para os fiscais enviarem para leilão, como disseram estar acontecendo com alguns pacotes segundo uma reportagem do Fantástico (não assisti, mas várias pessoas assistiram e me contaram). Por incrível que pareça não foi o Orlandão que colocou o imposto dessa vez, mas sim um cidadão cujas inicias são A. T. M., o A e o T foi ele mesmo que omitiu, e o M fui eu. Ele descreveu o bem como “Peças e Acessórios” na NTS.

Pacote da DealExtreme com o Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW, tributado em Curitiba

Pacote da DealExtreme com o Drive Óptico Portátil Combo Blu-ray, DVD+/-RW e CD-RW, tributado em Curitiba

Aguarde o próximo review. Se você também quiser fazer suas compras na DealExtreme, direto de Hong Kong, clique aqui e boas compras.

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2009/07/23/dealextreme-drive-optico-externo-portatil-slim-usb-2-0-combo-blu-ray-2x-dvd-rw-8x-cd-rw-8x/

Deixe um comentário

24 Comentários em "DealExtreme: Drive Óptico Externo Portátil Slim USB 2.0 Combo Blu-Ray 2X + DVD+/-RW 8X + CD-RW 8X (Slim Portable USB 2.0 2X Blu-Ray + 8X DVD+/-RW + 8X CD-RW Combo External Optical Drive)"

Notificar sobre
avatar
Ordenar por:   mais novos | mais velhos | mais votados
wpDiscuz