jul 18 2014

Receptor de TV Digital Terrestre Ekotech ZBT-670N

Desde que a TV digital foi anunciada ouvimos dizer que as TVs sem o sintonizador digital embutido não se tornarão obsoletas. Bastaria colocar nela um “conversor” e assistir aos canais digitais, tal qual aconteceu algumas décadas atrás quando surgiram as primeiras emissoras em UHF e as TVs sintonizavam apenas VHF. Mas vários anos se passaram sem que um único conversor decente surgisse no mercado. Grandes marcas não se interessaram. A Sony chegou a lançar um conversor, mas apenas para suas próprias TVs e com preço exorbitante. Sumiu do mercado pouco tempo depois. A Semp lançou um conversor, mas ele tem bugs que nunca foram resolvidos. Ele também já saiu de linha.

O Sistema Brasileiro de TV Digital (SBDTV), apesar de derivado do sistema japonês, é incompatível com o mesmo em termos de codecs, portanto não é possível importar conversores do Japão, muito menos dos EUA ou da Europa que tem padrões completamente diferentes. Conversores precisam ser fabricados exclusivamente para o mercado brasileiro. A promessa era até dar um empurrãozinho na indústria nacional com isso, mas ninguém quer encarar a altíssima carga tributária que o governo brasileiro impõe. Vale lembrar novamente que o Lula prometeu uma reforma tributária e 12 anos de PT depois ela não saiu. Então em vez de gerar empregos no Brasil, mais uma vez foram gerados empregos na China, onde os conversores da TV Digital brasileira estão sendo fabricados. No Brasil, empresas pouco conhecidas apenas importam esses aparelhos para vender por aqui, acrescentando suas marcas, manual em português e dando alguma garantia local. E até agora, todos os decodificadores lançados no mercado tinham problemas sérios.

Outro atrativo dos receptores de TV Digital é que muitos deles também implementam a função de PVR (Personal Video Recorder), ou seja, eles podem gravar a programação da TV. Esse era um recurso que no passado esteve nas mãos de todos que tinham um videocassete, pois todos os modelos que conheci não eram apenas reprodutores de fitas, mas também gravadores. Com o surgimento do DVD esse foi um recurso que se perdeu, pois a grande maioria dos reprodutores de DVD são apenas reprodutores. Surgiram no mercado alguns gravadores de DVD de mesa, mas nenhum foi um grande sucesso, e aparentemente tinham seus próprios problemas. As TVs por assinatura tentam suprir a demanda por gravação ao adicionar tal recurso em seus decodificadores, como Net e Sky fizeram. Mas as gravações são codificadas e só podem ser reproduzidas no próprio decodificador, ou seja, não é algo que você possa gravar e guardar para sempre. Cedo ou tarde o HD ou o decodificador vão pifar e a gravação será perdida. Para tirar a gravação do decodificador é necessário lidar com placas de captura de alta definição, e elas são caras e também tem sua própria dose de problemas. Além de tudo isso, nem todos os canais abertos estão presentes nas TVs por assinatura. Na Sky, por exemplo, os canais presentes são apenas em SD, nenhum deles é HD.

Outro recurso interessante que está sendo adicionado aos decodificadores de TV digital é que boa parte deles também são reprodutores de mídia em geral. Ou seja, eles podem reproduzir aquivos MP4, MKV, etc. que estejam em um pendrive ou HD externo. O formato de vídeo h.264, que vem sendo usados na maioria dos vídeos disponibilizados na Internet, é o mesmo utilizado pela TV digital brasileira.

O primeiro decodificador de TV Digital que adquiri foi um Visiontec VT-7200E. Foi uma grande decepção. No início das vendas o VT-7200E era uma grande promessa. Era melhorzinho que seus concorrentes, que eram quase todos péssimos. Mas a Visiontec lançou um produto incompleto. Até mesmo o PVR só foi adicionado depois com uma atualização de firmware. As atualizações de firmware corrigiram a maioria dos defeitos, mas alguns deles persistiram, como alguns travamentos aleatórios. A Visiontec acabou abandonando o desenvolvimento do VT-7200E sem nunca completá-lo. Portanto essa é uma marca que não recomendo.

E minha última aquisição foi o Ekotech ZBT-670N. É um decodificador relativamente novo, mas os primeiros relatos dos compradores vem sendo bastante positivos. Os modelos anteriores da Ekotech tinham problemas de microtravamentos, o mesmo de muitos outros decodificadores. Mas esse parece ser uma exceção, pois nos meus testes até agora não vi nenhum travamento.

O sintonizador do Ekotech ZBT-670N parece muito bom, pegou todos os canais da minha região, e alguns de outras cidades também. Note que eu uso uma antena de UHF Proeletronic PQ45-1300, com ganho de 16dBi e cabos RG-6, então isso também facilitou a vida do ZBT-670N. O processador parece ser rápido, pois ele responde rápido aos comandos do controle remoto, mudanças de canal, etc. Não posso comentar muito sobre a qualidade da imagem, pois estou utilizando-o em uma TV CRT, sem alta definição, usando o cabo de vídeo composto. Minha intenção é apenas ter uma imagem melhor nessa TV (a imagem digital é bem melhor que a analógica, mesmo sem a alta definição) e também aproveitar os recursos de PVR.

O ZBT-670N tem saída HDMI, saída de áudio digital coaxial (plug RCA), uma saída combinada de vídeo composto e áudio estéreo em um único plug P2. Eu preferia 3 plugs RCA, que é o mais trivial, em vez do P2, mas pelo menos o cabo veio com o aparelho. Também faltou uma saída de vídeo componente, infelizmente. O controle remoto é bem completo, inclusive traz um botão para selecionar o áudio, algo que não existe nas TVs HD da Sony, por exemplo, que te forçam a navegar por menus apenas para selecionar o áudio 5.1 dos canais. Também há botões para ajustar aspecto, resolução, closed caption, e botões para as funções de gravação e reprodução. Os menus são amigáveis. É raro encontrar boa usabilidade nesse tipo de aparelho, então fiquei bastante satisfeito. Como minha TV é 4:3, tenho que escolher entre uma imagem esticada na vertical, uma imagem cortada nas laterais (pan scan) ou uma imagem com tarja preta nos cantos inferior e superior (letterbox). Em geral opto pelo letterbox e alterno para o pan scan se a programação for 4:3 e tiver bordas laterais.

O PVR foi uma agradável surpresa. Conectei um pendrive e ele gravou perfeitamente, sem qualquer engasgo. Conectei também um HD externo, alimentado pela porta USB, e ele também funcionou perfeitamente. Alguns aparelhos são mais chatinhos e não gravam bem em pendrive, ou não conseguem alimentar um HD, exigindo HDs com fonte de alimentação. Dessa forma, o ZBT-670N foi muito bem nesse quesito também. O recurso de “pausa ao vivo” também está presente. A qualquer momento é possível apertar o botão de pausa e a imagem congela, mas a programação começa a ser gravada. Ao retornar da página o arquivo gravado é reproduzido do início ao mesmo tempo em que a gravação continua.

Os arquivos gerados pelo PVR são no formato .TS e tem todos os áudios, o que também é uma agradável surpresa, pois o VT-7200E só gravava o áudio que estava selecionado no momento da gravação. Fiz um teste gravando alguns minutos da Globo. Depois abri o vídeo no PC e tentei convertê-lo para MKV, recodificando o vídeo e o áudio AAC de 5.1 canais. Só fui bem sucedido nessa tarefa com o TMPGEnc Video Mastering Works 5, que é um software pago. O MediaCoder x64 e o Handbrake falharam nessa tarefa. O áudio AAC 5.1 da nossa TV ainda é um problema para a maioria dos softwares. Espero que isso mude no futuro. Quanto ao áudio estéreo, não fiz maiores testes, mas consegui convertê-lo com o MediaCoder x64.

Com relação à reprodução de mídias, também não fiz muitos testes, pois já tenho o WDTV Live que reproduz praticamente qualquer mídia que eu coloque nele e consegue acessar os arquivos diretamente no meu NAS via rede, sem que eu precise copiá-los para um pendrive ou HD externo. Mas nos poucos testes que fiz vi que o ZBT-670N reproduziu corretamente os vídeos h.264 com áudio AAC, mas aparentemente ele não decodifica áudio Dolby AC-3. Talvez conectando diretamente a um Home Theater ele envie o áudio AC-3 puro para que o mesmo faça a decodificação, mas como liguei o ZBT-670N diretamente na TV, ela fica sem som ao selecionar áudio Dolby AC-3. Não testei legendas, mas vi que ele tem suporte. Faltou o display mostrar o tempo de reprodução do vídeo, em vez de ficar mostrando o canal de TV que estava sintonizado antes do vídeo ser reproduzido.

A fonte de alimentação é externa, o que confere ao ZBT-670N um tamanho bastante reduzido. A fonte é de 5V e 1,5A e já vem no padrão brasileiro. Também testei o consumo de energia com um P3 International P4460 Kill A Watt EZ Electricity Usage Monitor. E o consumo de energia é baixo, apenas 6 W com o aparelho ligado. E em standby o consumo cai para zero. Na verdade não pode ser zero, porém o Kill A Watt não mostra os decimais, mas seguramente é bem menos que 1 W. Também foi uma boa surpresa, pois o VT-7200E consome cerca de 10W tanto ligado quanto em standby. Quando em standby o ZBT-670N fica mostrando um relógio no display. Isso é bem interessante, pois é um relógio que não vai adiantar nem atrasar, visto que ele sincroniza com os canais de TV sempre que o decodificador está ligado. Porém se a emissora sintonizada por último estiver com a hora errada (Oi Band!), o relógio também vai ficar errado.

Como minha TV só tem uma entrada de vídeo composto, que já estava sendo utilizada pelo ponto escravo da Sky, acabei utilizando um chaveador para alternar entre as duas fontes, que é o equipamento que pode ser visto nas fotos em cima do conversor.

Eu estaria plenamente satisfeito com o Ekotech ZBT-670N se não fosse por um único problema: fui premiado com um display com defeito. Um dos segmentos do último dígito do display não acende. É possível notar isso nas fotos. Entrei em contato com o vendedor e ele já disse que fará a troca e me enviou a autorização de postagem de e-Sedex por conta deles. Agora o jeito é aguardar o aparelho chegar lá para eles checarem o defeito e me enviar outro. Vou atualizar o artigo quando isso acontecer.

Confira as fotos do Ekotech ZBT-670N:

Ekotech ZBT-670N, em sua embalagem

Ekotech ZBT-670N, em sua embalagem

Desembalando o Ekotech ZBT-670N

Desembalando o Ekotech ZBT-670N

Cartão de garantia do Ekotech ZBT-670N

Cartão de garantia do Ekotech ZBT-670N

Cartão de garantia do Ekotech ZBT-670N

Cartão de garantia do Ekotech ZBT-670N

Ekotech ZBT-670N

Ekotech ZBT-670N

Parte inferior do Ekotech ZBT-670N

Parte inferior do Ekotech ZBT-670N

Ekotech ZBT-670N

Ekotech ZBT-670N

Parte traseira do Ekotech ZBT-670N

Parte traseira do Ekotech ZBT-670N

Acessórios do Ekotech ZBT-670N

Acessórios do Ekotech ZBT-670N

Acessórios do Ekotech ZBT-670N

Acessórios do Ekotech ZBT-670N

Ekotech ZBT-670N em funcionamento, note que um segmento de um dos números do display não acende

Ekotech ZBT-670N em funcionamento, note que um segmento de um dos números do display não acende

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Jogo Go no Ekotech ZBT-670N

Jogo Go no Ekotech ZBT-670N

Tetris no Ekotech ZBT-670N

Tetris no Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Tela de configuração do Ekotech ZBT-670N

Media Player no Ekotech ZBT-670N

Media Player no Ekotech ZBT-670N

Tela do Ekotech ZBT-670N

Tela do Ekotech ZBT-670N

Tela do Ekotech ZBT-670N

Tela do Ekotech ZBT-670N

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Media Player do Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Media Player do Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Media Player do Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Media Player do Ekotech ZBT-670N em funcionamento

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2014/07/18/receptor-de-tv-digital-terrestre-ekotech-zbt-670n/

Deixe um comentário

38 Comentários em "Receptor de TV Digital Terrestre Ekotech ZBT-670N"

Notificar sobre
avatar
Ordenar por:   mais novos | mais velhos | mais votados