out 03 2017

iPhone 7 128GB – Apple Store em Amsterdã – Holanda – Reembolso Global Blue

Neste artigo falo sobre um iPhone 7, de 128GB, comprado em Amsterdã na Holanda, durante viagem pela Europa. Também falo de como ser reembolsado em parte do imposto europeu que é cobrado na compra, pela Global Blue.

Motivação

Em minhas viagens anteriores para a Europa, todas a trabalho, sempre acabei desperdiçando a cota de produtos que poderia trazer sem impostos. O máximo que já havia trazido tinha sido um Chromecast 2, como já relatei aqui no Skooter Blog. Dessa vez decidi que ia ser diferente. Os preços da Europa não são tão bons quanto os de EUA ou Canadá, mas ainda são mais baixos que os do Brasil. Isso acontece porque o Brasil cobra impostos maiores que os de primeiro mundo, mas oferece os velhos serviços do terceiro mundo que sempre foi e sempre será (lembre-se que o Lula, já condenado por corrupção, está liderando as pesquisas…).

No caso do iPhone 7, sabemos que os iPhones do Brasil estão entre os mais caros do mundo. Os preços europeus também são altos, mas ainda são mais baixos que os do Brasil. Além disso, turistas não residentes na Europa podem receber de volta parte do imposto pago, o que também dá uma diferença considerável.

Apple Store em Amsterdã

Tem uma Apple Store em Amsterdã na região da Leidseplein, que fica apenas 550 metros distante do famoso letreiro “I amsterdam”, na praça dos museus. Assim, não é preciso perder muito tempo que seria investido em bons passeios e visitas aos museus para fazer compras. Passamos por lá quando voltávamos a pé de um passeio.

A loja tem uma fachada bem discreta e passaria despercebida não fosse por uma pequena plaquinha com o logotipo da maçã. É bastante provável que a fachada não possa ser alterada por tratar-se de prédio histórico. Mas por dentro é uma loja bem ampla, com dois andaras e muitos produtos em exposição que podem ser testados pelos clientes.

A escolha do iPhone 7 – 128GB

Este iPhone 7, de 128GB é da minha esposa e substituiu um iPhone 5S 32GB, do qual já falei aqui no Skooter Blog. Não vou falar sobre as características, vantagens e desvantagens do aparelho pois elas já estão em muitos sites especializados. Além disso, não sou eu quem está usando o aparelho, e nem sou muito fã do iOS, então fica difícil opinar.

Só dei pitaco nessa compra na questão da memória interna. Sugeri 128GB em vez de 32GB, uma vez que a Apple ainda não descobriu que existem cartões de memória no mundo. Qualquer dia eles incorporam como se fosse ideia deles. Claro que nesse dia usarão um formato proprietário que custará cinco vezes o preço de um microSD de mesma capacidade. 🙂

A Compra

O custo total do iPhone 7, de 128GB foi de 879,00 Euros, já incluso o imposto VAT de 21%. Vale lembrar que a compra foi em julho, bem antes do anúncio do iPhone 8 e consequente queda de preço dos modelos anteriores.

Lembre-se também de somar o IOF de 6,38%, a herança maldita do PT, caso esteja comprando no cartão de crédito. O IOF será aplicado sobre o preço total, incluindo os impostos, e a parte referente aos impostos que serão reembolsados não será reembolsada.

Na compra já é necessário pedir os formulários de reembolso. Junto com o invoice a loja já dá o formulário da empresa Global Blue, que cuida do reembolso. O formulário deve ser preenchido com alguns dados do comprador, e nele já consta o valor que será reembolsado. No caso, 97,00 Euros.

Note que o reembolso nunca é integral, pois a Global Blue e a loja ficam com uma parte. Nesse caso o imposto foi de 152,55 Euros (21% do valor da compra). Portanto, os 97,00 Euros são 63,59% do imposto que paguei. Esse  percentual pode variar dependendo da loja.

Para quem vai passar po rmais de um país na Europa vale a pena verificar em qual deles o produto está mais barato. Os preços da Apple Store parecem ser tabelados dentro de um país, mas variam de um país para o outro, até porque a alíquota de impostos também varia. Por exemplo, na Holanda esse mesmo iPhone 7 saia mais barato que na Itália. Para conferir antes de viajar é só checar a Apple Store online de cada país. No momento em que escrevo este artigo são 749,00 Euros na Holanda e 769,00 Euros na Itália.

Unboxing

Este é o primeiro unboxing do Skooter Blog feito em um quarto de hotel. Por conta disso as fotos estão um pouco piores que de costume. A maioria dos quartos de hotel tem lâmpadas muito fracas. Além disso, as fotos do Skooter Blog normalmente são feitas com a Câmera Digital Canon PowerShot SX60 HS e com flash externo, mas em viagens eu costumo levar a Câmera Digital Canon PowerShot ELPH 330 HS, que é bem mais compacta.

Sacola da Apple Store com o iPhone 7 128GB Rose Gold

Sacola da Apple Store com o iPhone 7 128GB Rose Gold

Sacola da Apple Store com o iPhone 7 128GB Rose Gold

Sacola da Apple Store com o iPhone 7 128GB Rose Gold

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold, em sua embalagem

iPhone 7 128GB Rose Gold

iPhone 7 128GB Rose Gold

iPhone 7 128GB Rose Gold

iPhone 7 128GB Rose Gold

Carregador e Fones de Ouvido do iPhone 7 128GB Rose Gold

Carregador e Fones de Ouvido do iPhone 7 128GB Rose Gold

Carregador e Fones de Ouvido do iPhone 7 128GB Rose Gold

Carregador e Fones de Ouvido do iPhone 7 128GB Rose Gold

Cabo USB do iPhone 7 128GB Rose Gold

Cabo USB do iPhone 7 128GB Rose Gold

O Reembolso

O formulário de reembolso deve ser muito bem guardado, pois deve ser apresentado junto com o produto na embalagem e a passagem de retorno em um posto da alfândega no aeroporto em que o visitante estiver saindo da União Europeia, onde será carimbado. Depois disso ele deve ser enviado para a Global Blue. Sem carimbo não tem reembolso.

O produto precisa estar novo, na embalagem original. O funcionário da alfândega não reclamou da embalagem estar aberta e do telefone já estar com o SIM card e funcionando. Porém ele conferiu o número de série.

Note que isso deve ser feito no aeroporto de saída da União Europeia. No meu caso, da Holanda fui para a Itália, e o retorno ainda teve escala na França. Tive que pesquisar para saber exatamente como proceder. E muita informação na Internet já está desatualizada, pois os procedimentos mudaram recentemente.

O procedimento também é diferente para produto que vai na bagagem de mão e produto que vai na bagagem despachada, no caso de escalas.

Para produto na bagagem despachada, produto e formulário devem ser apresentados no aeroporto onde será feito o despacho – no meu caso seria Roma, na Itália – pois o oficial precisa ver que o produto está realmente saindo da União Europeia. Só então o produto deve ser despachado.

É bom reservar um bom tempo para fazer tal procedimento, pois o posto da alfândega pode ter fila e pode estar em um terminal diferente e distante do seu, caso em que é preciso fazer um “tour” pelo aeroporto.

No caso do produto estar na bagagem de mão, como foi o meu caso, o formulário deve ser apresentado no último aeroporto dentro da União Europeia – no meu caso Paris, na França. Nesse caso também é bom deixar um bom tempo para a escala.

No caso do aeroporto Charles de Gaulle, o posto da alfândega está fora da área de segurança. Deste modo, é necessário sair para o saguão como se Paris fosse o destino final, ir então para o outro piso onde é a área de embarque, fazer o procedimento no posto da alfândega e então voltar para a área de embarque, passando pela fila de controle de passaportes e pela fila de verificação de segurança (bagagens no raio-x, passageiros no detector de metais, etc.). Enfim, é trabalhoso e demorado. Mesmo olhando todos os mapas antes ainda tive dificuldade e precisei pedir ajuda para um funcionário do aeroporto.

No posto de atendimento da alfândega não espere muita cordialidade. O atendimento é com a tradicional má vontade, parece que é requisito mundial para trabalhar na função.

Com o carimbo no formulário, tire uma foto do formulário e certifique-se de que todos os dados estão legíveis. Essa foto será sua única esperança seu formulário seja extraviado ou algo do tipo. Além disso, como o formulário só tem uma via, você precisará dessa foto para saber o código para acompanhar o processo depois, no site da Global Blue.

O reembolso pode ser recebido integralmente como crédito em um cartão de crédito, cujos dados são preenchidos no formulário. Também é possível receber em espécie (Euros) em uma das lojas de câmbio do aeroporto que trabalhem com a Global Blue. Essas são várias e bem menos raras que o posto da alfândega.

Eu optei pelo reembolso integral no cartão de crédito, mas hoje não sei se faria isso novamente, pois o prazo dado pela Global Blue não corresponde com a realidade. Acabou demorando o dobro do esperado, recebi o reembolso quase 2 meses depois de postar o formulário.

Saindo do posto da alfândega, e (mal) orientado pelo funcionário do aeroporto e da alfândega, coloquei o formulário no envelope pré-pago da Global Blue que havia recebido na Apple Store e postei em uma caixa de coleta de correio. Não faça isso! Com isso a carta vai para a Global Blue pelo correio normal, o que demora ainda mais. A alternativa mais rápida é colocar o formulário no envelope em uma caixa de coleta de uma das lojas de câmbio que trabalham com a Global Blue. Eu só as vi depois que já havia postado.

Com a demora para receber o reembolso, passado o prazo estimado pela Global Blue, fiquei com receio de que tivesse ocorrido um extravio. Preenchi um formulário no site da Global Blue para obter informações. No dia 08/08 responderam que haviam recebido o formulário e que ele estava sendo processado. Ufa!

No dia 30/08 recebi um e-mail de que o reembolso havia sido enviado para o meu cartão de crédito, no valor de R$ 334,60. E na minha fatura constou um lançamento exatamente neste valor:

 

Considerações Finais

Minha conclusão é que trazer iPhone da Europa compensa. A diferença de preços não é tão grande, mas ainda é considerável, principalmente considerando o reembolso. Em compras à vista definitivamente compensa.

A Apple oferece garantia mundial, então o aparelho de fora tem cobertura da garantia no Brasil. A tomada do carregador é igual à brasileira e as frequências de operação são as mesmas.

O reembolso pela Global Blue funciona. É burocrático e perde-se tempo no aeroporto, mas no final das contas funciona. Então vale a pena solicitar o formulário.

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2017/10/03/iphone-7-128gb-apple-store-em-amsterda-holanda-reembolso-global-blue/

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar
wpDiscuz