Super Nintendo 1Chip: melhor versão ou superestimado?

Em 2014 escrevi aqui no Skooter Blog sobre como nem todos os Mega Drive são iguais. Posteriormente comparei o som de um Mega Drive III da Tec Toy e um Sega Genesis do primeiro modelo.

Mas essas diferenças não são exclusivas do Mega Drive. Praticamente todo console apresenta mudanças nos componentes internos ao longo de seu ciclo de vida, ainda que externamente eles continuem iguais ou quase iguais, complicando a vida de quem quer comprar uma versão específica.

E com o Super Nintendo não foi diferente, ele passou por diversas revisões internas, sendo que a principal delas ocorreu em 1995, com o surgimento de uma PCB chamada 1Chip. Ela leva esse nome porque nela a CPU e as duas PPUs do Super Nintendo foram combinados em um único chip, provavelmente para cortar custos.

O fato é que o Super Nintendo 1Chip tem diferenças consideráveis em relação aos modelos anteriores. Talvez a principal dela seja na imagem. O Super Nintendo 1Chip apresenta uma imagem notavelmente mais nítida.

O Super Nintendo da minha infância é um modelo 3Chip (ou 2Chip), especificamente a revisão 2/1/2 (CPU v2, PPU1 v1,  PPU2 v2), que tenho de 1993 até hoje. Mas eu também tenho um 1Chip (revisão 2/1/3), que ganhei há alguns anos. Eis alguns screenshots comparando-os. Em ambos os casos, o Framemeister XRGB Mini foi usado com as mesmas configurações e a captura foi feita com a Elgato Game Capture HD60, para que a única variável fosse o console.

Dica: abra os links das imagens em duas abas separadas, alterne entre as abas para ver a diferença.

Super Mario World no Super Nintendo 3Chip (2/1/2).

Super Mario World no Super Nintendo 3Chip (2/1/2).

Super Mario World no Super Nintendo 1Chip (2/1/3).

Super Mario World no Super Nintendo 1Chip (2/1/3).

Menu do SD2SNES no Super Nintendo 3Chip (2/1/2).

Menu do SD2SNES no Super Nintendo 3Chip (2/1/2).

Menu do SD2SNES no Super Nintendo 1Chip (2/1/3).

Menu do SD2SNES no Super Nintendo 1Chip (2/1/3).

As diferenças gráficas tornaram os consoles 1Chip bastante procurados. Vendedores em geral cobram mais caro quando sabem dessas diferenças e estão vendendo essa revisão. Muita gente que já tinha um Super Nintendo de outro modelo tratou de comprar um 1Chip. Há até quem tenha comprado vários na esperança de encontrar algum 1Chip.

Além disso, há 3 diferentes revisões do 1Chip, sendo que não há muito consenso sobre qual delas é a melhor, visto que há pequenas variações até mesmo dentro de uma mesma revisão, mas os mais recentes 1Chip-03, parecem ser os mais procurados, ainda que sejam os únicos que precisem de um mod para emitir o sinal CSYNC, o que não ocorre nos demais.

No Brasil encontrar um 1Chip não é tão difícil, uma vez que a Nintendo chegou tarde por aqui, através da Playtronic (joint-venture de Gradiente e Estrela) e posteriormente a Gradiente.  O meu 1Chip é da Playtronic. A maior parte dos consoles da Playtronic são 1Chip. E os consoles com selo de fabricação da Gradiente parecem ser todos 1Chip.

Mas nem tudo são vantagens no Super Nintendo 1Chip. A revisão também é conhecida por apresentar alguns glitches nos gráficos de alguns jogos, efeito de “ghost” em alguns fundos, e níveis de branco muito altos. O último firmware do SD2SNES até trás algumas tentativas de contornar essas limitações. O Byuu, autor do BSNES/Higan, já disse que o 1Chip é tão diferente internamente que se assemelha a um sistema clone.

Por essas e outras eu fico na dúvida se realmente vale a pena investir tempo e (muito) dinheiro na busca de um Super Nintendo 1Chip. Sim, eu entendo muito bem de buscar a melhor imagem possível no hardware original, do contrário eu não estaria usando meu Super Nintendo com um cabo SCART RGB c/ CSYNC e multicoax e um Framemeister. A questão é se vale a pena aceitar glitches e outros problemas em troca de uma nitidez um pouco maior.

Eu particularmente nunca usei o Super Nintendo 1Chip como meu console principal. O Super Nintendo da minha infância 3Chip revisão 2/1/2 é que faz esse papel. Em parte pelo carinho especial que tenho por ele estar comigo desde 1993, e também porque o meu 1Chip tem um defeito: o botão RESET não funciona.

Nesta semana até tentei reparar o botão RESET do meu Super Nintendo 1Chip para testa-lo como Super Nintendo principal por algum tempo. Mas infelizmente sua PCB não está em bom estado, as trilhas estão perdidas em torno do reset e do oscilador (resquícios de uma transcodificação porca?), e eu acabei desistindo dele. Virou sucata.

Por um momento cheguei a pensar em comprar outro Super Nintendo 1Chip, mas sei o quanto é difícil encontrar um Super Nintendo em bom estado hoje em dia, ainda mais de modelo específico. Quem tem um Super Nintendo bem conservado, sem arranhões e trincos, sem oxidações nas placas, com etiquetas presentes e conservadas, etc. não vende ou pede muito caro por ele. Eu mesmo não vendo o meu 3Chip de forma alguma, pois ele está em perfeito estado de conservação, como já mostrei aqui no Skooter Blog.

Acho que se estamos abrindo mão de originalidade e fazendo concessões a glitches em favor da melhor imagem no Super Nintendo, um caminho mais apropriado é o Analogue Super Nt. Sim, eu sei que não é um produto oficial e que não é barato, mas ele oferece a melhor imagem que se pode obter hoje com um Super Nintendo, melhor que a do 1Chip, e sem latência como os emuladores. Seu núcleo, que executa em FPGA, é baseado nas primeiras versões do Super Nintendo e, portanto, sem glitches. Ele alia o melhor de todas as versões do Super Nintendo.

Sei que o Super Nintendo 1Chip é um produto oficial, mas como o Byuu disse, é praticamente um clone. E clone por clone… Vale lembrar que o Super Nintendo Classic Edition também é um produto oficial, mas não é nada fiel ao hardware original, sendo apenas um emulador, e ainda inferior ao Higan, que é o melhor emulador do Super Nintendo e sem qualquer relação com a empresa.

Enfim, para quem ainda não tem um Super Nintendo, há bons motivos para querer um console original, seja qual versão for. Também há bons motivos para comprar o Analogue Super Nt. E há até bons motivos para comprar o Super Nintendo Classic Edition ou apenas emular com o Higan. Tudo depende do que estamos buscando. Pode ser o fator experiência original, pode ser o fator nostalgia, pode ser a busca pela melhor imagem, pode ser o melhor custo-benefício, e pode ser tudo junto e misturado.

Mas para mim, com o meu uso, hoje vejo pouca motivação em ir atrás de outro Super Nintendo 1Chip. Por outro lado, tenho muito interesse no Analogue Super Nt e estou considerando entrar na pré-venda pelo modelo clássico, que será enviado em setembro. O modelo preto está com pronta-entrega, mas o clássico me agrada mais. E é um produto novo, sem as surpresas que as vezes aparecem quando compramos um console usado pela Internet.

Com o Analogue Super Nt eu teria o melhor dos dois mundos: teria ainda o Super Nintendo original das primeiras revisões, que atende o quesito experiência original e nostalgia, por ser o meu Super Nintendo de infância. E também teria, com o Analogue, o melhor gráfico, todo digital via HDMI, sem precisar de cabos SCART ou upscalers.

E você? Como joga Super Nintendo? Tem um ou mais Super Nintendo? Qual revisão? Tem algum clone? Prefere emuladores? Qual modelo do Analogue Super Nt te agrada mais? Conte-nos nos comentários.

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2018/07/05/super-nintendo-1chip-melhor-versao-ou-superestimado/

3
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
1 Thread replies
2 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Hottest comment thread
3 Autores de comentários
disqus_1PE4UxqAFASkooterrodrigo Autores de comentários recentes
  Inscrever  
mais novos mais velhos mais votados
Notificar sobre
rodrigo
Visitante

Olá Skooter!
Seu blog é o melhor de todos, já pensou em virar youtuber?
Mesmo vc tendo todo aparato (snes original, framemeister,cabos scart, seletor…), acha que vale a pena pegar um analogue super nt e porque?
O analogue oferece uma imagem superior, com relação ao console original ligado no framemeister?
Desculpe fazer tantas perguntas, tmb tenho o snes e o framemeister, fiquei curioso para saber se não seria um investimento desnecessário…

Membro

Tenho 3 SNES parados aqui em casa, definitivamente não tenho tempo pra jogar e quando vou jogar acho melhor jogar pelo emulador que instalei no Xbox 360.. é mais prático pq está sempre montado

×