BC Unidos – Take It Easy: mistura de Bitter Sweet Symphony e Orinoco Flow?

Seria a música Take It Easy de BC Unidos uma mistura de Bitter Sweet Symphony de The Verve e Orinoco Flow de Enya?

Entra ano e sai ano, sempre temos uma nova versão do jogo Fifa. E com ela uma playlist de músicas ruins. Sim, as trilhas sonoras do Fifa são sempre muito ruins, e as músicas brasileiras incluídas normalmente são as piores. Me fazem sentir saudades das “musiquinhas de videogame” que tocavam nos jogos de futebol das gerações de 8 e 16 bits. Lembra delas?

Mas no meio de toda a porcariada na playlist do Fifa sempre há uma ou outra música que se salva. No Fifa 17, por exemplo, eu gosto da The Nights de Avicii:

No Fifa 18, gosto de Wages de Bad Sounds:

Finalmente, no Fifa 19 uma música que me chamou a atenção foi Take It Easy de BC Unidos:

Essa música costuma tocar no início ou intervalo dos jogos, e desde o início eu sentia algo de familiar nela…

E com mais alguns trechos tocados no início de mais alguns jogos me veio à memória as duas músicas que parecem ter sido inspiração para ela. Ou seria coincidência?

Ouçam e me respondam nos comentários. Primeiro Bitter Sweet Symphony de The Verve:

E depois Orinoco Flow de Enya:

E aí? São semelhantes ou eu viajei?

Curiosidade: você sabia que existe uma história de plágio por trás de Bitter Sweet Symphony e dos créditos da música em favor de The Rolling Stones?

The Verve foi acusado por alguns empresários de The Rolling Stones de plagiarem a música The Last Time, lançada pelos Stones em 1965. Ouvindo The Last Time aparentemente não há semelhança entre as duas:

Na verdade, a semelhança é com uma versão orquestrada de The Last Time, produzida por Andrew Oldham, à época produtor dos Stones. Ela apareceu no álbum The Rolling Stones Songbook – The Andrew Oldham Orchestra, em 1966:

Apesar do Verve ter obtido a autorização para usar um sample de The Last Time, quando a música fez um enorme sucesso Allen Klein, dono do copyright das músicas dos Stones anteriores a 1970) acusou o Verve de ter quebrado o acordo e usado uma porção maior do que a acordada. Sua empresa, ABKCO Records, processou o The Verve que não teve muita escolha e fez um acordo fora dos tribunais: era ceder todos os direitos ou ver os discos retirados do mercado.

Os Stones aparentemente não tiveram culpa alguma nessa história. E ironicamente eles próprios “plagiaram” a música This May be the Last Time de The Staple Singers para compor The Last Time:

This May be the Last Time também não é original dos Staple Singers. Na verdade é uma versão em blues de uma música gospel tradicional, que acredito ser de domínio público.

BC Unidos não deve ter problemas, uma vez que Take It Easy parece ter sido apenas inspirada pelas outras canções, se não for apenas coincidência. Mas nesse mundo de aproveitadores corporativos de copyright tudo pode acontecer.

Hoje em dia é comum que artistas não possam nem regravar suas próprias canções, pois alguma gravadora inescrupulosa forçou um acordo onde abrem mão não apenas dos direitos não apenas do fonograma, mas da música como um todo.

É uma pena que um mecanismo que foi criado com a intenção de proteger artistas acabe sendo usado para prejudica-los e limitar a liberdade criativa, enchendo os bolsos de produtores e advogados cuja criatividade se limita a encontrar formas de usurpar e lucrar com o trabalho alheio.

0 0 voto
Article Rating

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2018/12/16/bc-unidos-take-it-easy-mistura-de-bitter-sweet-symphony-e-orinoco-flow/

Inscrever
Notificar sobre
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
×
0
Gostaríamos de saber o que você pensa, deixe seu comentáriox
()
x
Enable Notifications    Ok No thanks