[Review] Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi AMD X570 – AliExpress

A Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi AMD X570 foi adquirida na AliExpress xinxuanlang Industrial control Store para fazer um upgrade no meu PC, juntamente com o Processador AMD Ryzen 9 3900X e os Módulos de Memória DDR4 Corsair Vengeance RGB Pro 64GB, já mostrados aqui no Skooter Blog.

Motivação e Escolha

Como eu já contei lá no artigo sobre o Processador AMD Ryzen 9 3900X e no artigo sobre os Módulos de Memória DDR4 Corsair Vengeance RGB Pro 64GB, fiz uma atualização no meu PC, que envolveu placa-mãe, processador e memória.

Uma vez escolhido o Processador AMD Ryzen 9 3900X, era hora de escolher uma boa placa-mãe para acompanha-lo. A minha placa-mãe anterior era uma ASUS Z87 Deluxe. Como não tive nenhum problema sério com ela, minha preferência era por continuar com a ASUS, de preferência em alguma linha que pudesse ser vista como sucessora da linha Deluxe, que não existe mais.

Até cheguei a considerar a MSI, mas como comentei no artigo sobre a Placa PCI Express 3.0 x4 ZyDAS, as placas da MSI tem muito poucas portas SATA. Até mesmo a MSI X570 MEG Ace, que é um modelo top, vergonhosamente só tem 4 portas SATA. Achei melhor ficar com a ASUS mesmo.

Como as placas Deluxe da ASUS não existem mais, fui procurar a linha que fosse mais semelhante. A linha ASUS TUF parece muito boa, mas nota-se que ela não é exatamente uma sucessora da Deluxe. A Asus TUF Gaming X570-PLUS/BR, por exemplo, tem uma única porta Ethernet, e com chipset da Realtek. Ela também não tem um display LCD para informar o estado da placa-mãe na hora do boot e ajudar a diagnosticar problemas. Por fim, ela tem poucas portas USB. Sem dúvida é uma placa de respeito, mas faltam alguns detalhes para qualifica-la como uma sucessora das Deluxe.

Pesquisando um pouco mais, percebi que a linha ASUS ROG é a que parece ter mais características da placas Deluxe. A Asus ROG Crosshair VIII Formula é a placa top da ASUS, mas também é a mais cara. A ASUS ROG Crosshair VIII Hero é consideravelmente mais barata e com poucas diferenças nos recursos.

A ASUS ROG Crosshair VIII Hero tem o chipset X570, que atualmente é o mais avançado da AMD. Ela conta com abundância de portas USB no painel traseiro, incluindo oito porta(s) USB 3.2 Gen 2, sendo uma delas Tipo C, e quatro portas USB 3.2 Gen 1. Há ainda dois headers para conectar quatro portas USB 2.0 no painel frontal, um header USB 3.2 Gen 1, e um header USB 3.2 Gen 2.

Note que das oito portas Gen 2 traseiras, quatro são controladas pelo processador, e só funcionarão como Gen 2 quando o processador é da terceira geração, como o AMD Ryzen 9 3900X. Se for um processador de gerações anteriores, elas funcionarão apenas em Gen 1.

A ASUS ROG Crosshair VIII Hero conta também com duas portas Ethernet, sendo uma Gigabit da Intel (Intel I211-AT Gigabit) e uma de 2,5 Gbps da Realtek (Realtek RTL8125-CG 2.5Gigabit). Estou usando as duas em modo agregado, aproveitando que o meu Switch TP-LINK TL-SG1016DE suporta o recurso. Porém o switch é apenas Gigabit Ethernet, então o link agregado funciona em 2 Gbps.

A placa-mãe conta ainda com dissipador de calor ativo no chipset, que é importante nos X570 e dissipador de calor de alumínio nos dois slots M.2. Na parte de energia, o VRM conta com 14+2 fases. São 16 IR3555 PowIRstages, cada um com capacidade para 60 amperes. Cada PowIRstage é acompanhado por um choke com núcleo de liga de alta permeabilidade com capacidade para 45 amperes. Segundo a fabricante, a filtragem de entrada e saída é fornecida por capacitores de polímero sólido com capacidade para operar por milhares de horas em altas temperaturas.

O escudo do painel de entrada/saída é pré-montado, facilitando bastante a montagem. Quem nunca foi montar um PC, esqueceu de colocar o espelho e só percebeu quando já estava quase tudo pronto? 🙂 Ainda no quesito montagem, o ASUS Q-Connector ajuda bastante na conexão dos LEDs e botões do gabinete, além do alto-falante.

Outra vantagem do painel traseiro é contar com um botão para limpar o CMOS e outro para a função BIOS Flashback, que permite recuperar a BIOS a partir de um pendrive, caso não seja possível entrar na tela da BIOS. Ou seja, dá para se recuperar de uma configuração errada ou uma tentativa frustrada de overclock sem precisar abrir o gabinete.

Para quem gosta de fazer testes na bancada, a placa tem botões de POWER e RESET nela própria, dispensando os botões do gabinete ou os curtos nos pinos correspondentes. A placa conta também com o display LED de dois dígitos, que exibe o QCODE, código da ASUS que ajuda a diagnosticar possíveis problemas de inicialização.

Há ainda o QLED, que é um conjunto de LEDs que indicam a checagem de componentes chaves na hora do boot (CPU, DRAM, VGA, dispositivos de boot) e podem indicar a provável causa de uma possível falha. Na placa há ainda um LED para indicar atividade de dispositivo de armazenamento e outro para indicar a ausência do plug de energia de 8 pinos. Por fim, há pontos feitos especialmente para serem acessados com o multímetro para medir as tensões de VCORE, DRAM, e outras.

A placa conta com iluminação compatível com o Aura Sync, que é discreta e agradável. Tem ainda dois headers RGB Aura Sync (4 pinos) e dois conectores RGB Gen 2 endereçáveis (3 pinos). Usei um dos headers Aura Sync para conectar o Wraith Prism, o cooler stock do AMD Ryzen 9 3900.

No quesito áudio a ROG Crosshair VIII Hero também não decepciona. Utiliza o CODEC SupremeFX S1220 com DAC ESS® ES9023P, e capacitores japoneses. O circuito de áudio fica um tanto isolado no cantinho da placa e com proteção contra interferência para poder atingir um SNR de 120dB para reprodução de áudio estéreo e 113dB para gravação. Os jacks de áudio são banhados a ouro. Eu continuo usando a minha Sound Blaster Zx, mas é bom saber que tenho um bom áudio onboard à disposição caso precise.

Usando um Ryzen de terceira geração contamos com 2 slots PCIe 4.0 x16 (trabalhando em x16 ou dual x8), de modo que a placa já está pronta para tirar o melhor desempenho das placas de vídeos mais modernas, como as da série NVidia RTX 3000. A placa-mãe ainda conta com mais um slot PCIe 4.0 x16 e mais um slot PCIe 4.0 x1, por conta do chipset X570.

A abundância de slots PCIe (para os padrões atuais) vem a calhar para mim, pois usei um slot PCIe 4.0 x16 do processador para a Placa de Vídeo MSI Gaming GeForce RTX 2060 Super 8GB (que é PCIe 3.0 x16), usei o slot PCIe 4.0 x16 do chipset para a Placa PCI Express 3.0 x4 ZyDAS, e usei o slot PCIe 4.0 x1 para a Sound Blaster Zx.

Para armazenamento são dois slots m.2, um deles por conta do processador (2242/2260/2280) e outro por conta do chipset (2242/2260/2280/22110). Ambos funcionam em modo PCIe 4.0 x4 e SATA. Temos ainda mais 8 portas SATA de 6 Gb/s. Usei um slot m.2 para o SSD Sandisk Ultra m.2 NVMe 3D 1TB 2280, que já mostrei aqui. E usei todas as 8 portas SATA para um SSD 2.5″ SATA, 4 HDDs de 3.5″, e 3 drives ópticos. Note que não há atualmente placas no mercado com mais de 8 portas SATA, então usei a Placa PCI Express 3.0 x4 ZyDAS para dar conta da porta eSATA do gabinete e das duas gavetas de 5 1/2″ do gabinete que aceitam HDDs e SSDs.

A ROG Crosshair VIII Hero também tem abundância de conectores para ventiladores. São dois para coolers de CPU e quatro para ventiladores, sendo que três deles suportam 1A e 12W e o outro suporta 3A e 36W. Todos tem suporte ao Q-Fan, recurso da ASUS que permite ajustar as rotações conforme o necessário. Há ainda mais dois conectores para bomba de watercooler, que funcionam sempre em velocidade máxima, sendo um de 1A e 12W e outro de 3A e 36W. Todos os conectores são de 4 pinos, mas também aceitam ventiladores de 3 pinos, inclusive encontrando automaticamente as combinações de tensão/velocidade via Q-Fan.

O WiFI é fornecido pelo chipset Intel®​ Wi-Fi 6 AX200. Em relação à minha placa anterior, só faltou um ímã na antena, para facilitar a fixação no gabinete. No momento eu vou usar apenas a Ethernet, e meu roteador WiFi (ASUS RT-AC86U) ainda é “apenas” IEEE 802.11ac. Mas é bom ter uma placa preparada para o futuro (suportando IEEE 802.11ax) e para usos futuros (eventualmente um PC longe de pontos de rede Ethernet). O Bluetooth é 5.0.

A ROG Crosshair VIII Hero conta com muitos recursos para overclock, incluindo botões e switches na placa com várias funcionalidades. Não dei muita atenção para isso pois não tenho intenção de fazer overclock no momento, até porque estou usando o cooler stock e o processador já fica bem quente com os clocks normais.

Enfim, é uma placa com muitos recursos, com praticamente tudo que preciso e um pouco mais, de modo que não perdi praticamente nenhum recurso com esse upgrade. É ainda uma das melhores placas com o chipset AMD X570. E assim foi feita a minha escolha.

Compra da ASUS ROG Crosshair VIII Hero

Escolhida a placa-mãe que eu queria, veio o maior problema: onde compra-la? Pior ainda: onde compra-la por um preço não muito exorbitante?

No Brasil ela não estava disponível em nenhuma loja. A última delas havia sido vendida em meados de abril ou maio na “loja que explode”, onde estava custando R$ 4.514,20! E entre maio e setembro ela esteve desaparecida do mercado nacional, exceto por algum anúncio eventual no site de leilões famoso, também com o preço lá em cima.

Eu até tinha preferência por comprar no Brasil por causa da garantia, pois a ASUS não cumpre a legislação brasileira e se recusa a oferecer garantia para produtos adquiridos no exterior. Em certa ocasião eu até consegui um reembolso de um roteador adquirido no exterior que parou de funcionar, mas deu um certo trabalho e só funcionou depois da ameaça de enviar o processinho.

Tinha esperanças de que a placa-mãe estaria disponível no Brasil até que o Processador AMD Ryzen 9 3900X chegasse da China. Mas em julho eu já estava com o processador em mãos e ainda sem placa para testa-lo.

Sem poder comprar no Brasil e querendo fazer esse upgrade logo para utiliza-lo ainda durante a pandemia em que estou trabalhando em casa, a minha segunda opção era a Amazon dos EUA. A placa estava custando na faixa de US$ 380 lá, e eu poderia redireciona-la para o Brasil. Gastaria por volta de R$ 2600 entre preço da placa, redirecionamento, IOF e impostos locais se fosse pagar tudo em dinheiro, com o dólar da época na faixa de R$ 5,20. Mas eu já tenho um bom saldo de vale-presentes na Amazon e poderia pagar consideravelmente menos. Valeria a pena, apesar do valor ser à vista.

Porém, havia alguns inconvenientes. Na ocasião eu estava na espera de dois pacotes dos EUA que estavam enroscados, com rastreamento sem atualização por várias semanas. Era o case oficial do MiSTer e os  Módulos de Memória DDR4 Corsair Vengeance RGB Pro 64GB. Fiquei com medo de que sumissem ou que demorassem muito tempo para chegar. Além disso, a ASUS ROG Crosshair VIII Hero pesa mais que 4 libras, e eu teria que necessariamente enviar via Priority ou Express, onde a cobrança do imposto de importação seria praticamente garantida. Por fim, mesmo na Amazon a placa estava aparecendo apenas eventualmente, com entrega para algumas semanas mais tarde, e sempre acabava em pouco tempo. Na maior parte do tempo ficava sem estoque.

Vi então na AliExpress a minha terceira e talvez melhor opção. Comprando lá sairia um tanto mais caro que comprar nos EUA, porém se o pacote sumisse no caminho por conta da pandemia o prejuízo seria coberto pela AliExpress. Encontrei um único vendedor para o produto: a AliExpress xinxuanlang Industrial control Store. Avaliações positivas em sua maior parte. O vendedor declara valores abaixo de US$ 100 para minimizar as chances e os valores de impostos. Resolvi comprar com ele.

É um vendedor que vende produtos novos e usados. No caso específico da ASUS ROG Crosshair VIII Hero, havia opções usadas, mas eu escolhi uma nova. No caso das novas, o único item que seria removido, segundo o anúncio, seria a bateria, por conta das limitações de algumas companhias aéreas e, consequentemente, de modalidades de transporte. É algo que todos os vendedores que usam o AliExpress Standard Shipping estão fazendo, infelizmente. Deve ser proibição da própria AliExpress. Comprar baterias por lá é só com fretes estranhos e caros. Mas tudo bem para mim nesse caso, pois eu tenho uma porção de baterias CR2032 aqui.

A modalidade de envio do anúncio era AliExpress Standard Shipping, que na maioria dos casos tem sido um ePacket que vem por Hong Kong, Suécia ou Singapura. E assim eu fechei o pedido em 15/07/2020, ao custo de R$ 2.810,76 e mais R$ 176,00 de frete, totalizando R$ 2.986,75, em seis parcelas de R$ 497,79.

O vendedor levou uns 6 dias para fazer a postagem, e aí veio minha primeira decepção: o pacote foi enviado por EMS, a modalidade expressa que passa pelo desembaraço aduaneiro em São Paulo em vez de Curitiba. Ali a tributação é praticamente certa. Tentei perguntar para o vendedor o motivo do envio ter sido por EMS, mas ele não respondia. Só depois fui descobrir que no AliExpress Standard Shipping pacotes que pesam acima de 2 quilos não são enviados por ePacket, que aparentemente tem limite de peso. Por conta disso, os pacotes acima dos 2 quilos são enviados por EMS. O pacote nesse caso tinha por volta de 3 quilos.

Um EMS pelo menos deveria ser bem rápido, certo? Afinal, é expresso! Pois não é… Pacotes via Singapura são os mais demorados, e ser EMS não ajudou em nada. Foi quase um mês em trânsito entre Singapura e o Brasil. Pode ser culpa da pandemia, mas o fato é que esse EMS de expresso não teve nada.

No dia 17/08 o pacote chegou ao Brasil, e ficou uma semana aguardando pelo desembaraço aduaneiro. Em 24/08, foi tributado em R$ 468,24.  A Receita Federal aceitou o valor declarado de US$ 93,15 e converteu-o para R$ 522,23. Porém, considerou também um valor de frete de R$ 258,71, aparentemente tirado da bunda do fiscal. Isto deu um valor aduaneiro total de R$ 780,41. E 60% disso são R$ 468,24, exatamente o valor que foi cobrado.

Paguei o imposto no mesmo dia, visto que R$ 2986,75 + R$ 468,24 = R$ 3.454,99, o que ainda dava mais de R$ 1000 a menos que os preços praticados no Brasil. E, mesmo assim, em agosto a placa ainda continuava indisponível em todas as lojas brasileiras, então eu não tinha mesmo outra opção.

O prazo de entrega de um EMS após desembaraço aduaneiro é de 3 dias para qualquer lugar do Brasil, segundo o próprio Correios. O tratamento dele após chegar no Brasil deve ser o mesmo de um Sedex. Mas. mesmo com o imposto pago, o Correios enrolou 3 semanas para resolver encaminhar o pacote.

Nesse tempo eu até entrei com uma reclamação contra a Receita Federal no Ministério da Economia, via Fala.br, mas a Receita Federal respondeu e deixou claro que não era com eles, que a responsabilidade era do Correios.

O Correios, com seu tradicional atendimento inútil não deu qualquer resposta razoável para o atraso, limitando-se a pedir para esperar e dar respostas genéricas. Reclamei dos Correios também no Consumidor.gov.br e no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, também via Fala.br. Não sei se isso ajudou ou não, mas no dia 11/09 o pacote finalmente foi entregue.

Unboxing, Montagem e Testes

A Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero veio em sua caixa original, dentro de uma outra caixa de papelão grosso e toda embrulhada em fita. Apesar disso a caixa da ASUS veio levemente amassada, e com alguns raspões que imagino que ocorreram antes de ser embalada, pois o atrito com o papelão não teria causado esse tipo de dano. O estilete que usei para abrir também foi passado na parte de cima da caixa, e não na de baixo, não causaria o dano também.

A placa-mãe estava sem bateria, como esperado. Apesar da caixa suspeita, ela estava sem qualquer sinal de uso, com plásticos de proteção nas partes brilhantes e tudo mais. Os acessórios também estavam todos em embalagens lacradas. Acredito então que a placa é realmente nova.

Confira as fotos do unboxing e o vídeo do unboxing da placa em funcionamento:

Porém, logo notei falta de dois itens que deveriam estar na embalagem: o adesivo da ASUS para ser colocado no gabinete e o porta-copos que vem como brinde nas placas da ASUS. Esses itens podem ser vistos nas fotos da placa no anúncio da Amazon dos EUA:

Todos os acessórios que deveriam estar inclusos com a Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi.

Todos os acessórios que deveriam estar inclusos com a Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi.

Imaginei que esses itens poderiam estar presentes apenas na placa americana. Talvez a versão chinesa não tivesse esses itens. Mas conferindo o manual em chinês que veio com a placa, constatei que pelo menos o porta-copos está listado como um item incluído:

O manual em chinês da placa-mãe mostra que o porta-copos deveria estar incluso.

O manual em chinês da placa-mãe mostra que o porta-copos deveria estar incluso.

Ainda que sejam itens cosméticos, eles deveriam estar inclusos. Tudo bem que o porta-copos eu não iria usar e ia acabar ficando guardado na caixa por anos. O adesivinho ia para o meu gabinete, junto com tantos outros de placas que estão nele ou passaram por ele.

Devolver a placa por esse motivo não valeria a pena. Até porque até meados de setembro ela ainda estava indisponível em todas as lojas brasileiras. Decidi monta-la assim mesmo e reclamar com o vendedor para tentar negociar um reembolso parcial ou o envio dos itens faltantes.

Coloquei o Processador AMD Ryzen 9 3900X, os Módulos de Memória DDR4 Corsair Vengeance RGB Pro 64GB e o SSD Sandisk Ultra m.2 NVMe 3D 1TB 2280 na placa e depois coloquei-a no gabinete. Confira:

Tive problemas de travamentos constantes logo no início. Os recursos de diagnósticos da placa me ajudaram e logo descobri que um dos Módulos de Memória DDR4 Corsair Vengeance RGB Pro 64GB veio com defeito. Fiquei usando apenas o que estava funcionando por algum tempo. Depois instalei os Módulos de Memória Gloway DDR4, que já mostrei aqui no Skooter Blog e mandei o kit da Corsair para troca ou reembolso com a Corsair do Brasil, após eles autorizarem o RMA. Estou atualmente aguardando resposta deles.

Tirando esse contratempo, a placa vem se comportando perfeitamente. Estou usando o computador diariamente há mais de um mês e não tive problemas, nem com os softwares do meu dia-a-dia, nem com testes de stress. O desempenho é excelente e a diferença é notável em relação ao meu antigo Intel Core i7-4770, inclusive na renderização e codificação dos vídeos do canal do Skooter Blog no Youtube, que ficaram bem mais rápidas. Além disso, agora eu consigo fazer codificações e renderizações sem sentir a máquina ficando mais lenta nas demais tarefas que faço em paralelo.

Disputa com o Vendedor

Quanto ao vendedor, ele simplesmente ignorou todas as minhas tentativas de contato. Apenas quando eu abri uma disputa pedindo reembolso parcial é que ele resolveu se manifestar, mas apenas disse que enviou a placa com todos os acessórios e se recusou a fazer qualquer acordo.

Na disputa ele deixou para responder no último dia do prazo, faltando poucas horas, e fez algo um tanto estranho: em vez de por sua argumentação no campo adequado e em inglês, ele postou uma foto com texto em chinês. Acho que ele esperava que eu não fosse conseguir entender, mas no texto ele dizia que eu fui multado pela alfândega no Brasil e que estava inventando motivos para que ele tivesse que pagar a multa. Um tremendo canalha! Ele ainda chegou a me falar que eu usei fotos de uma caixa vazia na disputa para prejudica-lo. Eu não sei se foi delírio ou falta de domínio do inglês, mas obviamente isso não faz o menor sentido.

Eu já havia colocado a foto do manual e vídeo do unboxing para provar que os itens realmente vieram faltando. Mas depois de ver como ele agiu, fiz também o meu textão em imagem mostrando claramente a foto dos acessórios faltantes e tudo mais, pois no campo de texto da disputa é preciso resumir bastante o problema, pois há limite de caracteres.  Submeti faltando poucos minutos para o fim do prazo.

A AliExpress entrou então para resolver a disputa e me ofereceu duas opções: reembolso parcial de R$ 88,41 aceitando ficar com a placa como está ou reembolso total de R$ 2.986,75 com a devolução da placa. Pediram ainda fotos do pacote para ver se o problema teria sido no transporte.

Enviei as fotos pedidas e contestei o valor. R$ 88,41 era apenas cerca de 3% do valor do pedido. Quem é que compraria um produto faltando acessórios com só 3% de desconto? Eu não compraria! Para devolver tudo eu teria que bancar o frete e ficaria com o prejuízo do imposto. Também não seria nada conveniente.

Demorou mais alguns dias e a AliExpress decidiu me dar um reembolso parcial de R$ 327,35.  Eu ainda posso apelar dessa decisão nos próximos dias, mas acho que esse valor está de bom tamanho. O processo de reembolso já está em andamento.

Rastreamento

Estas são as informações de rastreamento do pacote com a Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi, obtidas no sistema da AliExpress:

2020.09.11 13:55 (GMT-7): Delivery successful
2020.08.24 16:09 (GMT-7): Held by customs
2020.07.21 23:30 (GMT-7): Departed country of origin
2020.07.21 11:23 (GMT-7): Shipment accepted by airline
2020.07.21 11:23 (GMT-7): Shipment left country of origin warehouse
2020.07.21 04:37 (GMT-7): Shipment at country of origin warehouse
2020.07.21 04:07 (GMT-7): Shipment dispatched

E estas são as informações obtidas no site do Correios:

11/09/2020
13:54
[REMOVIDO] / SP	Objeto entregue ao destinatário
11/09/2020
09:39
[REMOVIDO] / SP	Objeto saiu para entrega ao destinatário
11/09/2020
05:56
INDAIATUBA / SP
Objeto encaminhado
de Unidade de Tratamento em INDAIATUBA / SP para Unidade de Distribuição em [REMOVIDO] / SP
10/09/2020
18:28
SAO PAULO / SP
Objeto encaminhado
de Unidade de Tratamento em SAO PAULO / SP para Unidade de Tratamento em INDAIATUBA / SP
10/09/2020
13:58
SAO PAULO / SP
Objeto encaminhado
de Unidade de Logística Integrada em SAO PAULO / SP para Unidade de Tratamento em SAO PAULO / SP
10/09/2020
13:56
SAO PAULO / SP	Fiscalização aduaneira finalizada
24/08/2020
22:22
SAO PAULO / SP	Pagamento confirmado
Consulte os prazos clicando aqui.
24/08/2020
16:11
SAO PAULO / SP	Aguardando pagamento
Acesse o ambiente Minhas Importações
24/08/2020
11:21
SAO PAULO / SP	Encaminhado para fiscalização aduaneira
17/08/2020
15:24
SAO PAULO / SP	Objeto recebido pelos Correios do Brasil

Informar nº do documento para a fiscalização e entrega do seu objeto. Clique aqui Minhas Importações
04/08/2020
20:54
CINGAPURA /
Objeto encaminhado
de País em CINGAPURA / para País em Unidade de Tratamento Internacional / BR

Informar nº do documento para a fiscalização e entrega do seu objeto. Clique aqui Minhas Importações
30/07/2020
21:13
CINGAPURA / 	Objeto recebido na unidade de exportação no país de origem

Informar nº do documento para a fiscalização e entrega do seu objeto. Clique aqui Minhas Importações
30/07/2020
21:03
CINGAPURA / 	Objeto postado

Informar nº do documento para a fiscalização e entrega do seu objeto. Clique aqui Minhas Importações

Tabela-Resumo

Por fim, esta é a tabela-resumo da compra:

Nome do Produto: Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi AMD X570
Nome Original: ASUS ROG CROSSHAIR VIII HERO (wi-fi) desktop computer game X570 motherboard C8H new original
Loja: AliExpress xinxuanlang Industrial control Store
Valor: R$ 2.810,76
Valor atual: R$ 2.917,52 (US$ 489,50)
Forma de Pagamento: Cartão de Crédito Visa Internacional
Tipo de Frete: AliExpress Standard Shipping
Valor do Frete: R$ 176,00
País de Origem do Pacote: China
Data de Compra: 15/07/2020
Data de Envio: 21/07/2020
Data de Entrega: 11/09/2020
Tempo em Trânsito: 52 dias
Conteúdo Declarado: Motherboards
Tipo de Conteúdo Assinalado: Others
Valor Declarado: USD 93.15
Tributado: Sim
Valor Tributável: R$ 780,41
Valor do Imposto: R$ 468,24

Considerações Finais

Estou bastante satisfeito com a Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi AMD X570. É uma placa excelente com muitos recursos e pronta para a próxima geração dos processadores AMD Ryzen, caso eu queira fazer um novo upgrade no futuro. Ponto para a AMD que não muda o socket a cada geração, como faz a concorrente Intel.

Quanto ao vendedor, não posso recomenda-lo de forma alguma. Na ocasião era praticamente a minha única opção, mas hoje dá para comprar a placa no Brasil, ainda que as ofertas sejam escassas. Fica um pouco mais caro, mas vale a pena pela garantia sem dor de cabeça com a ASUS do Brasil. Hoje essa placa está disponível na Amazon do Brasil por R$ 3.900,00 em 10 vezes sem juros.

Para pagar mais barato a melhor opção é a Amazon dos EUA, onde a placa está custando US$ 379,99, e é possível redireciona-la para o Brasil com a Envios Diretos. Porém, neste caso o produto fica sem a garantia no Brasil e com imposto de importação praticamente certo de ser cobrado, por conta do peso restringir as modalidades de envio à Priority ou Express. Ainda assim, pode compensar.

Compartilhe o artigo com seus amigos se você gostou 😉 . Se você também quiser fazer suas compras na AliExpress, direto de Hong Kong, clique aqui e boas compras.

5 1 voto
Article Rating

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2020/10/15/review-placa-mae-asus-rog-crosshair-viii-hero-wi-fi-amd-x570-aliexpress/

Inscrever
Notificar sobre
guest
3 Comentários
mais velhos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

[…] roteadores se popularizaram, mas a segunda LAN permanece sendo incluída em algumas placas. A Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi, cujo review eu fiz há alguns dias aqui no Skooter Bl…, é uma […]

[…] é um problema que eu vinha notando desde a aquisição da Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi, já mostrada aqui no Skooter Blog. Eventualmente aparecia aquele iconezinho do globo na bandeja de ícones do Windows, indicando que […]

[…] e Ângular para HDDs e SSDs foram adquiridos na AliExpress Ugreen Official Store para uso com a Placa-Mãe ASUS ROG Crosshair VIII Hero Wi-Fi AMD X570, já mostrada aqui no Skooter […]

×
3
0
Gostaríamos de saber o que você pensa, deixe seu comentáriox
()
x
Enable Notifications    Ok No thanks