abr 06 2002

(sem título)

Aee, atendendo pedido do Adriano, vamos publicar a história do rapaz lá encostado na igreja, construção ou sei lá eu o que, tinha esquecido desse episódio. Mas é meio complicado explicar sem fazer gestos.
Digamos assim que o cara estava meio resfriado e estava sem lenço, como ele achou que não tinha ninguém vendo (afinal era 7 da manhã e nem tinha ninguém na rua) resolveu usar a própria mão. Em seguida ele movimentou rapidamente o braço como se estivesse arremeçando um freesbie, depois limpou a mão na parede ao lado e não satisfeito terminou de enxugar as mãos e o rosto na própria camisa que estava usando.
Lembrem-se disso quando forem cumprimentar alguém com um aperto de mão 🙂

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2002/04/06/37/

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar
wpDiscuz