[Review] FIFA 20 – Edição Padrão – Playstation 4 (PS4)

FIFA 20 é a edição de 2019 do famoso jogo de futebol da EA Sports, que ganha uma nova edição a cada ano. Neste artigo faço a minha análise do jogo, em sua versão para o Playstation 4 (PS4), focando apenas no elemento que me interessa, que é jogar online, particularmente no modo Fifa Ultimate Team (FUT).

Motivação

Depois da decepção com o EFootball Pro Evolution Soccer 2020, o jeito foi voltar para o FIFA, de onde eu não deveria ter saído. Acabei adquirindo-o como presente para eu mesmo de Dia das Crianças 🙂 , aproveitando uma promoção da Amazon para este dia, com cupom de 10% de desconto.

Há quem critique adquirir todo ano o mesmo jogo, com poucas modificações, sendo que ele se desvalorizará rapidamente. Para esses eu sempre respondo que jogo não é investimento. Ninguém compra jogo esperando que ele vá se valorizar. Eu adquiro jogos para jogar!

PS: Antes que alguém comente, eu sei que alguns jogos antigos se valorizaram e valem mais hoje do que quando foram lançados. Mas isso é improvável de acontecer com um jogo de esporte. Comprar jogo com esse objetivo é arriscado, provavelmente um mal investimento. E ainda assim, seria melhor deixar o jogo lacrado para maximizar o lucro. Eu quero é jogar!

A grande maioria dos jogos eu não compro no lançamento, pagando preço cheio. Espero tranquilamente os preços baixarem. O Spiderman é um desses que eu estou no aguardo. E essa espera dá certo para praticamente qualquer jogo que seja offline, ou que o modo online não tenha muita importância para mim.

Mas Fifa é diferente, eu só gosto de jogar contra adversários reais, não vejo mais graça de jogar contra a CPU, por melhor que a IA seja. Dos modos online, o FUT é o que mais me atrai, pois não é só jogar, ganhar, jogar, empatar, jogar perder. No FUT, ganhando ou perdendo, vamos acumulando as moedas para ir melhorando o time, comprando e vendendo jogadores, etc.

Eu sei que existe o fator pay-to-win, onde quem investe (muito) dinheiro de verdade consegue montar um super time. Eu sei que existe o fator “jogo de azar”, onde muita gente fica gastando com pacotinhos na esperança de tirar a carta de um grande jogador, mesmo que as chances sejam maiores de pegar cartas medianas que não compensam o valor do pacote. Mas eu jogo sem nunca ter gastado um centavo de dinheiro real (exceto o que paguei pelo jogo), nunca compro os pacotinhos e me limito a abrir os que vem como bônus, e ainda me divirto e melhoro meu time.

Quem joga no FUT não pode esperar muito para comprar um novo FIFA após após o lançamento. A cada nova edição começamos novamente com o time do zero. E quando sai uma nova edição a antiga é rapidamente abandonada pela EA Sports, enquanto a nova ganha uma série de bônus de incentivo. Encontrar jogadores nas versões antigas vai ficando mais difícil, e após 3 ou 4 anos os servidores acabam sendo desligados de vez. E é assim que eles conseguem vender as novas versões todo ano.

Ou seja, você pode até comprar uma edição antiga do FIFA lacrada por um décimo do valor da edição atual. Mas ela só vai servir para jogar offline. E isso não é muito legal para quem só gosta de jogar online.

Unboxing

Confira as fotos e o vídeo do unboxing do FIFA 20:

Análise

Dá para resumir o FIFA 20 em uma palavra: BUGS! Não são muitos bugs, mas há um deles que é o suficiente para irritar. E não é um bug no gameplay, este pouco mudou com relação ao ano anterior. Basicamente há um novo sistema de cobrança de faltas e pênaltis, que é a mudança mais notável.

A navegação pelo FUT melhorou bastante, ficou mais fácil de usar algumas opções. Ainda é extremamente irritante comprar contratos, pois os itens aparecem em abundância mas em 90% das tentativas os anúncios expiram antes de conseguirmos comprar. E aqui há um bug: os botões L1 e R1 para navegar pelas páginas não funcionam. A indicação está na tela, mas ao pressiona-los nada acontece. É ridículo! Na edição anterior pelo menos isso funcionava.

Mas o bug que irrita qualquer um ocorre na hora que estamos navegando no mercado de jogadores. Eventualmente ao tentar avançar ou voltar pelas páginas, o jogo fica carregando a página ad eternum e não há nada que possa ser feito. O único jeito é fechar o jogo e abrir novamente. Desde a minha aquisição já foram lançadas pelo menos duas atualizações, mas a EA ainda não conseguiu eliminar esse bug. Tenho até evitado de procurar muito por jogadores no mercado, tenho feito menos negócios e sem procurar muito porque se o bug aparece, eu até desisto de jogar.

À parte dos bugs o FIFA 20 está ok. Encontrar adversários é muito rápido, ao contrário do que ocorre no EFootball Pro Evolution Soccer 2020 onde a espera pode ser de vários minutos. O pareamento com adversários do mesmo nível quase sempre funciona. Foram poucas vezes que peguei um adversário muito mais forte ou muito mais fraco. Na maioria das vezes o jogo é bom e disputado.

Lag também é algo que ficou no passado, todas as partidas que joguei fluíram com naturalidade, ao contrário também do que ocorre no EFootball Pro Evolution Soccer 2020, em que a latência frequentemente se faz presente.

O jogo online ainda permite as inconveniências de sempre, como os replayzeiros que ficam assistindo comemoração e replay até o final, que usam todas as pausas de 40 segundos, que ficam assistindo animaçõezinhas até do jogador indo buscar a bola para a cobrança de lateral, dentre outras. Infelizmente não dá para cortar isso como no EFootball Pro Evolution Soccer 2020. No PES qualquer jogador pode cortar a animação ou replay, no Fifa é só o “dono” da jogada.

E é basicamente isso, um pequeno incremento, sem grandes novidades. O tal modo VOLTA eu até dei uma olhada ainda na demo, mas até hoje não senti vontade de jogar. Eu não joguei o Fifa Street que é o jogo que o modo VOLTA mais se assemelha. Notei alguma semelhança apenas com o modo futebol de salão lá do FIFA 97, que eu gostava de jogar.

Também não joguei qualquer um dos outros modos de jogo, que nada me atraem atualmente. Com a falta da licença de clubes brasileiros e com a perda de licença de alguns grades clubes europeus, há ainda menos atrativo para partidas com os times prontos.

A narração acrescenta algumas frases novas do Thiago Leifert e do Caio Ribeiro, mas sem grandes novidades. Ainda falta o apresentador, ainda falta o repórter de campo. Na versão demo eu estava jogando com a narração em inglês e me parece que ela está bastante superior. Vou até confirmar isso da próxima vez que for jogar.

E para completar: um fenômeno curioso que eu tenho observado em casa. Meu cachorro gosta de dormir na sala quando estamos lá, na cama dele que normalmente fica entre a TV e o sofá. Ele gosta de TV, às vezes até fica assistindo. Gosta também de jogos de videogame. Mas tem algo no FIFA que ele não gosta. Basta eu iniciar uma partida que ele rapidamente se retira e vai ficar sozinho em outro lugar. Não sei se é o grito da torcida, se é a voz do narrador, o fato é que ele sempre sai. Definitivamente ele não gosta de FIFA.

Rastreamento

O pacote foi enviado pela Sequoia, e essas são as informações de rastreamento obtidas no site da Amazon:

terça-feira 15 outubro
5:32 PM
Entregue
JUNDIAI, BR
12:13 PM
Em trânsito: última etapa da entrega
JUNDIAI, BR
12:11 PM
Seu pedido chegou nas instalações da transportadora
JUNDIAI, BR
sexta-feira 11 outubro
10:16 PM
O pacote saiu das instalações da transportadora
EMBU DAS ARTES, BR
6:04 PM
Seu pedido chegou nas instalações da transportadora
EMBU DAS ARTES, BR
Seu pedido foi encaminhado para a transportadora

Tabela-Resumo

Para fechar, a tabela-resumo da compra:

Nome do Produto: FIFA 20 – Edição Padrão – Playstation 4 (PS4)
Nome Original: FIFA 20 – Edição Padrão – Playstation 4
Loja: Amazon do Brasil
Valor: R$ 207,98
Valor atual: R$ 206,91
Forma de Pagamento: Cartão de Crédito Visa
Tipo de Frete: Entrega Expressa
Valor do Frete: Gratuito (Amazon Prime)
País de Origem do Pacote: Brasil
Data de Compra: 10/10/2019
Data de Envio: 11/10/2019
Data de Entrega: 15/10/2019
Tempo em Trânsito: 4 dias

Considerações Finais

FIFA 20 traz poucas novidades, perdeu licenças importantes, e eu só não o deixei de lado porque a Konami continua patinando feio nos modos online do EFootball Pro Evolution Soccer 2020. Jogadores casuais que só tem o jogo para uma partidinha offline com os amigos não devem apreciar o FIFA 20. Mas quem gosta do FUT reclama e continua comprando porque infelizmente não há alternativas.

Para esta edição só espero que a EA Sports consiga pelo menos resolver logo esse bug dos travamentos no mercado de transferências, pois ele é muito irritante. Não dá para esperar muito mais do que isso.

No ano que vem, o FIFA 21 deve sair às vésperas da estréia do Playstation 5. Então a EA Sports precisa acordar e correr atrás de melhorar os aspectos em que a Konami já passou na frente, talvez com o uso de uma nova engine, ou ao menos uma nova versão da Frostbite, para aproveitar o que a nova geração terá a oferecer.

Se o melhor gameplay ainda é uma questão de gosto pessoal, na parte gráfica fica difícil de argumentar a favor do FIFA. A Konami está melhor na modelagem 3D dos jogadores, ainda que somente dos mais famosos, pois os menos conhecidos internacionalmente estão bastante descaracterizados.

Tanto EA Sports quanto Konami também precisam resolver a questão das licenças. Essa concorrência entre as duas é boa para termos jogos cada vez melhores em todos os aspectos, mas a questão da licença é uma exceção. Nela os acordos de exclusividade com uma marca ou outra se mostram predatórios e acabamos com dois jogos incompletos.

Os clubes também precisam ser menos gananciosos com essas licenças e entender que os jogos também são uma ótima forma de publicidade. Eu mesmo não acompanho campeonatos europeus, mal acompanho os brasileiros e sul-americanos, então muitos jogadores só conheço por causa dos jogos de videogame.

O Barcelona, por exemplo, para mim era só o time de quem o São Paulo ganhou o mundial interclubes em 1992 🙂 . Mas em 2011 eu estive em Barcelona e fui lá visitar o Camp Nou que até então eu só conhecia no videogame, paguei pelo tour e ainda trouxe um boné oficial do clube. E agora o Camp Nou está fora do FIFA! Desculpa, Barcelona, mas vou ter que escolher outro clube europeu favorito.

Nos anos 90 os jogos de basquete do Mega Drive me levaram a querer conhecer mais sobre os times e  acompanhar a NBA. Sabia o nome de todos os times por causa dos jogos de videogame. E então comecei a dar audiência para Band que comprava os jogos. Poucos anos depois eu finalmente estava comprando meu boné oficial do Chicago Bulls. Esse fenômeno poderia muito bem se repetir no futebol com a molecada de agora se os clubes colaborarem. Por que não?

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2019/11/17/review-fifa-20-edicao-padrao-playstation-4-ps4/

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
1 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Hottest comment thread
2 Autores de comentários
Polter Autores de comentários recentes
  Inscrever  
mais novos mais velhos mais votados
Notificar sobre
Polter
Visitante
Polter

Fifa é meu jogo favorito e compro todos os anos e também só curto o modo online, mas só jogo aquele modo Temporadas onde já escolhe os times prontos

×