[Review] Carregador de Baterias Inteligente SKYRC MC3000 Universal Multi-Química Bluetooth – AliExpress

O Carregador de Baterias Inteligente SKYRC MC3000 Universal Multi-Química Bluetooth foi adquirido na AliExpress Feetech RC Store. É considerado o carregador mais avançado da atualidade, suportando baterias de vários tipos de química: NiMH, NiCD, NiZn, Eneloop, RAM, Lithium-Ion, Lilo4.35, LiFePO4, e LTO. O firmware é atualizável, de modo que ele pode suportar baterias com novas químicas que venham a ser criadas.

A carga pode ser monitorada por aplicativos para Android e iOS, e também por um aplicativo para PCs com Windows, que gera gráficos de todo o processo. São 4 slots que suportam baterias de muitos tamanhos diferentes: AAAA, AAA, AA, Sub-C, C, D, 10340, 10350, 10440, 10500, 12340, 12500, 12650, 13450, 13500, 13650, 14350, 14430, 14500, 14650, 16340, RCR123, 16500, 16650, 17350, 17500, 17650, 17670, 18350, 18490, 18500, 18650, 18700, 20700, 21700, 22500, 22650, 25500, 26500, 26650, 26700, 32600, 32650, e 32700.

A corrente de carga é configurável de 50 mA até 3 A e a de descarga é de 50 mA até 2 A, podendo chegar a um total de 50W de potência na carga e 15W de potência na descarga. Carrega baterias de 100 mAh até 50.000 mAh. Pesa 600 gramas, excluindo a fonte de energia. Possui ainda uma saída USB de 5 V e 2,1 A.

Motivação

Quando eu era criança eu já sabia que existiam pilhas recarregáveis, mas nunca tinha visto uma pessoalmente. Não conhecia quem tivesse, nunca sequer tinha visto uma à venda. Sabia apenas que o manual de instruções do meu carrinho de controle remoto sugeria o uso delas. Eu só podia brincar quando tinha pilhas, quando elas ficavam fracas colocava-as na geladeira e depois de “descansarem” um pouco por lá elas voltavam a funcionar mais um tempinho. Até assustava quando colocava pilhas realmente novas e via o quanto o carrinho corria.

Meu carrinho de controle remoto de infância. Tenho ele desde 1991, logo completa 30 anos.

Meu carrinho de controle remoto de infância. Tenho ele desde 1991, logo completa 30 anos.

Lá em meados dos anos 90 as pilhas recarregáveis começaram a aparecer por aqui e eu comprei as minhas primeira: eram NiCD da Panasonic, tamanho AA. Usava-as no meu walkman. O carregador era bem simples, sem nenhuma “inteligência”. Colocava as pilhas nele e esperava algumas horas pela carga lenta.

Mais tarde eu adquiri um carregador rápido. Com uma carga de 200mA, ele conseguia carregar uma pilha NiCD em 3 horas. Mas a inteligência dele aparentemente se limitava a contar o tempo. Após 3 horas ele apagava o LED verde e ficava em uma carga mais lenta.

Carregador Rápido de Pilhas NiCD.

Carregador Rápido de Pilhas NiCD.

As pilhas NiCD era ótimas para quem só tinhas pilhas descartáveis antes, mas elas tinham seus próprios problemas, como o efeito memória, que ocorria se elas fossem recarregadas sem terem sido totalmente descarregadas.

Quando as pilhas NiMH começaram a se popularizar e eu comprei minha primeira câmera fotográfica digital, lá no início do milênio, tratei de comprar pilhas NiMH para poder usa-la. E aí eu precisei de outro carregador pois os meus eram só para NiCD. Comprei um pack da Sony, que vinha carregador inteligente e pilhas. Um tempo depois comprei outro, também da Sony, o primeiro com visor LCD para indicar o estado da carga e função refresh, que permitia descarregar as pilhas por completo antes de carrega-las.

Carregadores Inteligentes da Sony BCG-34HNB e BCG-34HRMD. O segundo tem display LCD e função refresh.

Carregadores Inteligentes da Sony BCG-34HNB e BCG-34HRMD. O segundo tem display LCD e função refresh.

Posteriormente descobri as compras na China e as baterias de 9V recarregáveis. Precisei de um carregador para elas, pois o meu carregador que suporta baterias de 9V era apenas para NiCD. Assim acabei adquirindo o BTY GN-96, cujo review eu fiz aqui no Skooter Blog em 2008.

Carregador Inteligente BTY GN-N96 NiMH AA/AAA/9V.

Carregador Inteligente BTY GN-N96 NiMH AA/AAA/9V.

Quando comecei a comprar lanternas da China, me interessei pelas baterias de íons de lítio, como as 14500, que tem o tamanho de uma AA, mas oferecem tensão maior e mais luminosidade nas lanternas que as suportam. Precisava de um carregador específico para elas e comprei um Ultrafire, cujo review fiz aqui no blog em 2010.

Carregador de baterias de lítio 3.7V UltraFire

Carregador de baterias de lítio 3.7V UltraFire

Mais tarde surgiram as baterias 9V de íons de lítio, bem melhores que as NiMH que eu tinha anteriormente. É claro que a nova química também requeria um novo carregador, então adquiri um Carregador de Baterias Soshine, que já vinha com um par de Baterias Recarregáveis de Íons de Lítio de 9V 500mAh SC-V1. Fiz o review aqui no Skooter Blog em 2012.

Carregador de Baterias com Baterias Recarregáveis de Íons de Lítio de 9V 500mAh Soshine SC-V1 (Soshine SC-V1 500mAh 9V Lithium-ion Rechargeable Batteries with Battery Charger)

Carregador de Baterias com Baterias Recarregáveis de Íons de Lítio de 9V 500mAh Soshine SC-V1 (Soshine SC-V1 500mAh 9V Lithium-ion Rechargeable Batteries with Battery Charger)

Em 2009 morei por um tempo no Canadá. Não levei carregadores, e aproveitei para adquirir um carregador La Crosse, modelo BC-9009, considerado então o melhor carregador do mercado, com opções de refresh e teste de pilhas. Ele é inteligente, com mecanismos de detecção de temperatura e variação de tensão. Trabalha com NiCD e NiMH nos formato AA e AAA, de 200 mA a 1 A.

Ele também tem uma função muito bacana para recuperar pilhas “cansadas”, que já não seguram mais a carga nominal. Ele faz ciclos de carga e descarga em sequência, de modo que em cada ciclo a bateria vai recuperando um pouco da capacidade. Ele pára quando não consegue recuperar mais.

Posteriormente deixei esse BC-9009 para meus pais e comprei sua atualização, um La Crosse Technoly Alpha Power BC1000, cujo review eu fiz aqui no Skooter Blog em 2013.

Teste das Pilhas AAA que vieram com o Carregador de Pilhas La Crosse Technoly Alpha Power BC1000 (La Crosse Technology Alpha Power Battery Charger, BC1000)

Teste das Pilhas AAA que vieram com o Carregador de Pilhas La Crosse Technoly Alpha Power BC1000 (La Crosse Technology Alpha Power Battery Charger, BC1000)

Quando precisei de mais baterias de 9V de íons de lítio, percebi que ficava mais barato adquirir a versão que vinha com carregador do que adquirir baterias separadas. E assim veio mais um carregador da Soshine, cujo review eu fiz aqui no Skooter Blog em 2017. Esse já suporta LiFePO4, além de NiMH.

3ª e 4ª Baterias Soshine 9V 6F22 650mAh Recarregáveis Li-Ion + 2º Carregador Inteligente com LED, em funcionamento. Baterias com carga completa.

3ª e 4ª Baterias Soshine 9V 6F22 650mAh Recarregáveis Li-Ion + 2º Carregador Inteligente com LED, em funcionamento. Baterias com carga completa.

Em 2014 eu comprei 3 pares de baterias 18650 por engano. A intenção era comprar  baterias 14500 para minhas lanternas, mas me confundi. Para não desperdiça-las, adquiri então uma Lanterna Ultrafire 503B para utiliza-las. Acabou que essa é a melhor lanterna que eu tenho e a que eu mais uso até hoje.

Para carregar as baterias 18650, eu vinha usando o meu velho carregador WF-139 da Ultrafire, que comprei em 2010. Apesar dele ser compatível com as baterias 18650, elas ficam no limite do tamanho que ele aceita e entram com certa dificuldade. A questão é que as baterias protegidas, como as minhas 18650, são um pouco mais longas que as não-protegidas por conta do circuito de proteção. Com o tempo o WF-139 até estragou um par das minhas 18650 por conta da dificuldade no encaixe.

Achei então que já era hora de adquirir um novo carregador para essas baterias de íons de lítio, e foi aí que eu adquiri o Nitecore Digicharger D4EU. Apesar de ele carregar AA e AAA também, eu mantive o La Crosse  BC1000 para essa função, pois ele é bem mais completo.

Mas no início desse ano o BC1000 apresentou problemas. Um dos slots não funciona mais. Coloco qualquer pilha nele e ele indica 200 mA de corrente no início, mas vai caindo até zerar. Passei então a usar o Nitecore D4EU para carregar as AA e AAA também.

O Nitecore D4EU é um carregador competente para pilhas NiMH novas. Mas não tem funções avançadas como o BC1000 para recuperar as mais antigas. Além disso, ele não é muito rápido, limitando-se a 375 mA quando está com 3 ou 4 slots ocupados.

Escolha do SKYRC MC3000

Quando o meu  BC1000 pifou, fui verificar se a La Crosse já tinha lançado algum substituto pra ele. E descobri que não. Sete anos após eu comprar o meu, ele ainda está em linha e ainda é o modelo mais avançado. Até me surpreendeu, afinal eletrônicos normalmente ficam pouco tempo no mercado até serem substituídos por novos modelos, ainda que com mudanças muito pequenas.

Pesquisei rapidamente e vários sites (talvez desatualizados) ainda indicavam o La Crosse  BC1000 como melhor carregador. Até pensei em comprar outro, mas não me animei muito e deixei a ideia de lado. Continuei usando o Nitecore D4EU.

Recentemente ocorreu uma discussão sobre carregadores em um grupo de Telegram e eu voltei a pesquisar sobre o assunto (obrigado, Wallace Hermano). Aí acabei conhecendo o SKYRC MC3000. De início logo descartei-o. Achei muito caro. Mas depois fui pensando melhor: se somar tudo que já gastei com carregadores, deve chegar ou até passar o preço do SKYRC MC3000. E todos acabaram sendo substituídos por ficarem obsoletos. De repente vale a pena investir em um carregador atualizável.

Além disso, pilhas recarregáveis não estão baratas. Com as restrições de baterias em voos ficou complicado comprar no exterior. E no Brasil os preços são altos, como sempre. Acaba valendo a pena ter um carregador que recupera pilhas cansadas, que outros carregadores não consegueriam recuperar e acabariam indo para o lixo precocemente.

É claro que, antes de comprar, fiz a minha lição de casa. Li todos os reviews que encontrei sobre o SKYRC MC3000. Baixei o manual de instruções no site da fabricante. Li longas discussões em foruns. Fiquei ciente de que ele tem um hardware poderoso, mas uma usabilidade um tanto fraca. Não me intimidei! Com 8~10 anos eu já programava o videocassete de casa, um Sharp de duas cabeças. Não tinha display na tela (OSD), só um visorzinho LCD de segmentos pré-definidos. Eu apenas lia o manual, entendia, e fazia. O manual do MC3000 é bem detalhado. Desafio aceito!

Unboxing e Primeiras Impressões

Havia alguns anúncios do SKYRC MC3000 na AliExpress. Optei pelo da Feetech RC Store porque ele tinha o menor preço. A loja foi um pouco vagarosa no envio, levando 10 dias para postar. Enviou no último dia do prazo do sistema. Pedi para enviarem com o plug europeu (compatível com o padrão brasileiro) e fui atendido.

Quando o pacote chegou me surpreendeu pelo tamanho. A caixa é grande! Parece que alguns outros vendedores enviam o produto sem caixa, mas a Feetech RC Store não só enviou o produto na caixa original como também a colocou dentro de outra caixa de papelão. Assim a embalagem chegou perfeita. E mesmo com o todo o volume não foi tributada.

A embalagem destaca as principais características do equipamento. Dentro dela temos, além do carregador, a fonte de alimentação, o manual de instruções e o cabo de energia. Não há cabo USB. Quem quiser conectar o carregador no PC deve providenciar seu próprio cabo com plug tipo Micro-USB. A fonte de alimentação aceita de 100V a 240V como entrada, e fornece saída de 15V e 4A, totalizando 60W.

Diferente de todos os outros carregadores que já tive, o SKYRC MC3000 não começa a carregar tão logo uma pilha/bateria é colocada nele. Em vez disso ele apenas mede a tensão e fica aguardando a seleção de um programa. Não há um modo de carga padrão como nos outros modelos.

Mas isso é até justificável, pois o carregador suporta muitas químicas diferentes, e não há como deduzir qual é o tipo de química eletronicamente. A tensão medida pode reduzir o número de alternativas, mas não definir a química com exatidão. De fato, o carregador reclama e não aceita a seleção de um programa com um tipo de bateria incompatível com a tensão aferida.

Confira as fotos e os vídeos de unboxing e testes do Carregador de Baterias Inteligente SKYRC MC3000:

Meu SKYRC MC3000 já veio com a última versão do firmware, então não precisei atualiza-lo. Ele tem 3 modos de funcionamento diferentes: Dummy, Simple e Advanced. O modo Dummy carrega apenas pilhas NiMH e LiIon. O usuário só precisa selecionar a corrente, e o único modo disponível é o de carga. Não vejo motivo para comprar um carregador desses e usar nesse modo.

Os modos Simple e Advanced liberam todas as químicas e todas as funções do aparelho, mas apenas o modo Advanced libera todas as opções. Foi apenas ele que usei até agora, ainda que eu não tenha me preocupado em ajustar as opções como tensões de corte, de término, de pico delta, etc. porque imagino que os valores padrões são bons o suficiente. Fiquei apenas nos ajustes mais simples, como os de capacidade, tempo de corte, e corrente.

Tenho usado quase sempre uma corrente que corresponde à metade da capacidade nominal da bateria. Por exemplo, para uma bateria de 2000 mAh, eu uso uma carga de 1A. Isso dá uma carga de aproximadamente 2 horas, para qualquer bateria. Só pretendo ir além disso se estiver com pressa, afinal cargas muito rápidas esquentam a bateria e podem reduzir a vida útil. Cargas muito lentas, por outro lado, correm o risco de não apresentarem aquela variação de tensão que indica o final da carga.

Vale destacar que o SKYRC MC3000 é cheio de proteções, e é tudo configurável: ele pára se a temperatura da bateria estiver muito alta, ele pára se o tempo do programa for excedido, ele pára se a capacidade da bateria for excedida.

Aliás, aqui cabe um aviso: de início eu achei que deveria fornecer a capacidade nominal das pilhas nos programas, e que o carregador acrescentaria uma margem para garantir a carga completa antes do corte. Mas o manual deixa claro que a margem é por conta do usuário. Eu tenho colocado 50% a mais, ou seja, em uma bateria de 2000 mAh, eu coloco 3000 mAh. Isso é apenas por segurança, pois tipicamente a carga vai se encerrar pela tensão alvo (lítio, NiZn) ou pela regra do delta negativo (NiMH e NiCD). Ou ainda pela temperatura, pois as pilhas NiMH esquentam quando estão com a carga completa. Antigamente este método era até o mais usado para detectar o fim de carga nelas, em vez do delta da tensão.

Coloquei o ventilador do SKYRC MC3000 no modo “auto” que, segundo o manual, usa um algoritmo “super esperto” para calcular o limiar para o meu ambiente. Em meu uso, ele só ligou algumas vezes quando os 4 slots estavam ocupados e a carga/descarga estava sendo feita com alta corrente. Apesar do manual enfatizar que o ventilador não é barulhento, ele é audível e se sobresai mesmo com o meu PC ao lado.

O SKYRC MC3000 apita quando a carga de cada bateria termina. É um recurso útil, mas quem usa o carregador no quarto durante a madrugada provavelmente vai preferir desligar. Eu mantive ligado, visto que não tenho usado programas que levam mais que duas ou três horas.

Outro recurso bacana mas que os desenvolvedores parece que não pensaram direito na hora de implementar é o descanso de tela: ele mostra uma bolinha (um pixel) se movendo e quicando nos cantos da tela. Há também um logotipo da marca e, cada vez que a bolinha esbarra no logo, ele muda de lugar e o carregador emite um bip em uma frequência aleatória (ou talvez determinística, sei lá, mas costuma ser diferente em  cada vez). O problema é que não há como tirar o som, então fica inviável trabalhar ou dormir com o descanso de tela ativado. O jeito foi desativa-lo.

Talvez os bips do descanso de tela sejam um aviso para não esquecer o carregador ligado, mas tira-lo da tomada não basta para desliga-lo, é preciso remover também o cabo USB conectado ao PC, do contrário ele continua ligado, emitindo um aviso de energia baixa.

Os modos do aparelho são cinco: carga, refresh, break-in, descarga, cycle, e storage. O refresh equivale ao test do La Crosse. Ele carrega a bateria, descarrega, e então carrega de novo, com intervalos entre cada passo, e mostrando os valores de carga obtidos. Assim sabemos quanta carga uma bateria realmente suporta (no passo de descarga) e no final do processo a bateria fica completa.

O modo break-in usa padrões da indústria, fazendo 5 ciclos de carga/recarga para verificar se uma bateria nova entrega a capacidade que promete. O manual explica direitinho todos os parâmetros usados.

O modo cycle permite fazer sucessivos ciclos de carga e descarga, permitindo reativar baterias antigas e cansadas. Um ponto negativo que vi nesse modo é que ele não tem uma opção de parar automaticamente quando a capacidade não aumenta mais, como existe no La Crosse. A quantidade de ciclos precisa ser pré-definida.

Por fim, o modo storage é indicado para baterias de lítio, e permite deixa-las com uma tensão adequada para armazenamento de longo prazo. Eu achava que o ideal era guarda-las com a carga cheia, mas aparentemente existe uma tensão ideal que é mais baixa.

O SKYRC MC3000 também tem o recurso de manter uma corrente baixa após a carga completa, para quem prefere deixar as baterias no carregador, sempre prontas para uso. É um recurso opcional, disponível apenas para baterias NiCD/NiMH, e não é necessário nem recomendável em baterias de baixa auto descarga.

As Eneloop tem um tratamento especial no SKYRC MC3000. Apesar de não serem um tipo de química, mas apenas um modelo de pilhas da Panasonic, elas são listadas junto com as químicas. Ao selecionar Eneloop como química, a opção de capacidade desaparece e dá lugar para o modelo, onde encontram-se vários modelos de Eneloop.

Aplicativo para Android

O aplicativo para Android permite monitorar o funcionamento do aparelho, com gráficos e outras informações. Também é possível configurar, gravar e iniciar programas no próprio celular, que ficam independentes dos programas salvos no dispositivo.

É mais prático configurar e usar o carregador no celular, mas a conexão Bluetooth é um tanto inconsistente. Cai com frequência. Se o programa vai para segundo plano ela invariavelmente se perde e é preciso fechar o programa e abrir novamente.

Confira algumas telas do aplicativo para Android do SKYRC MC3000:

Aplicativo para PC Windows

A conexão USB também não é nenhuma maravilha, as vezes é difícil de funcionar. Mas uma vez conectado ele não perde a conexão. O aplicativo Windows é um dos recursos mais legais do SKYRC MC3000. Com ele é possível visualizar gráficos do status de cada slot, com tensão, corrente, capacidade, temperatura e tempo. O display LCD do carregador também mostra gráficos mas, até por conta da resolução, eles são bem rudimentares perto do que se pode fazer com o aplicativo para Windows.

O aplicativo consegue salvar os gráficos em formato BMP, e salva paralelamente um arquivo CSV com todos os dados, que podem ser importados por outros software para fazer outros tipos de gráfico. Independentemente de onde for salvo o arquivo BMP, o CSV correspondente sempre fica no mesmo diretório onde está o executável do aplicativo. É um bug! Talvez seja corrigido na próxima versão.

Fala-se bastante em um aplicativo chamado DataExplorer, um software livre que se conecta à varios carregadores, mas não tive sucesso em usa-lo, nem em importar os arquivos CSV para ele. Outros usuários conseguiram, então devo estar fazendo algo errado, mas não fui muito a fundo nesse problema.

No aplicativo Windows também é possível ler as configurações do aparelho, reprograma-las à vontade e envia-las de volta para o carregador, porém não é possível salvar os programas no PC, diferente do que ocorre no aplicativo de Android. Assim eu prefiro selecionar um programa no próprio dispositivo e usar o software apenas para acompanhar o status e os gráficos.

Algumas críticas ao aplicativo Windows incluem o fato de que ele não pode ser redimensionado. Ele usa 990 x 696 pixels, e em monitores de resolução alta pode ficar um tanto pequeno.

Confira algumas telas do MC3000 Monitor V1.05, o aplicativo para Windows:

Veja também alguns gráficos que salvei com o aplicativo, de várias tarefas realizadas com o carregador:

Rastreamento

Estas são as informações de rastreamento do pacote com o Carregador de Baterias Inteligente SKYRC MC3000, obtidas no sistema da AliExpress:

2020.08.14 16:08 (GMT-7): Delivery successful
2020.08.10 13:08 (GMT-7): Accepted by Last Mile Carrier
2020.08.09 04:10 (GMT-7): Arrived at destination country
2020.08.08 10:10 (GMT-7): Departed country of origin
2020.08.08 10:10 (GMT-7): Departed country of origin
2020.08.05 17:08 (GMT-7): Shipment arrived at country of origin post office
2020.08.04 13:33 (GMT-7): Shipment left country of origin warehouse
2020.08.04 11:02 (GMT-7): Shipment at country of origin warehouse
2020.08.03 21:29 (GMT-7): Shipment dispatched

E estas são as informações obtidas no site do Correios:

14/08/2020
16:07
[REMOVIDO] / SP	Objeto entregue ao destinatário
14/08/2020
10:41
[REMOVIDO] / SP	Objeto saiu para entrega ao destinatário
13/08/2020
11:19
INDAIATUBA / SP
Objeto encaminhado
de Unidade de Tratamento em INDAIATUBA / SP para Unidade de Distribuição em [REMOVIDO] / SP
12/08/2020
08:30
CURITIBA / PR
Objeto encaminhado
de Unidade de Distribuição em CURITIBA / PR para Unidade de Tratamento em INDAIATUBA / SP
12/08/2020
08:28
CURITIBA / PR	Fiscalização aduaneira finalizada
10/08/2020
13:59
CURITIBA / PR	Objeto recebido pelos Correios do Brasil

Informar nº do documento para a fiscalização e entrega do seu objeto. Clique aqui Minhas Importações
06/08/2020
14:01
HONG KONG /
Objeto encaminhado
de País em HONG KONG / para País em Unidade de Tratamento Internacional / BR

Informar nº do documento para a fiscalização e entrega do seu objeto. Clique aqui Minhas Importações
05/08/2020
17:04
HONG KONG / 	Objeto postado

Informar nº do documento para a fiscalização e entrega do seu objeto. Clique aqui Minhas Importações

O pacote foi enviado pelo correio de Hong Kong, e levou apenas 11 dias corridos para chegar em minhas mãos. Quando todo mundo trabalha direito, incluindo Correios e Receita Federal, as coisas funcionam. Pena que não é sempre assim.

Tabela-Resumo

Por fim, esta é a tabela-resumo da compra:

Nome do Produto: Carregador de Baterias Inteligente SKYRC MC3000 Universal Multi-Química Bluetooth
Nome Original: SKYRC MC3000 50W Smart blue toothAPP Control Multi-chemistry Universal Battery Charger Accurate Analyzer for Ni-MH Ni-Cd Battery
Loja: AliExpress Feetech RC Store
Valor: R$ 732,25
Valor atual: R$ 796,78 (US $133,69)
Forma de Pagamento: Cartão de Crédito Visa Internacional
Tipo de Frete: AliExpress Standard Shipping
Valor do Frete: Gratuito
País de Origem do Pacote: China
Data de Compra: 23/07/2020
Data de Envio: 03/08/2020
Data de Entrega: 14/08/2020
Tempo em Trânsito: 11 dias
Conteúdo Declarado: Model Parts & Acc
Tipo de Conteúdo Assinalado: Commercial Sample
Valor Declarado: CNY 33.69
Tributado: Não
Valor Tributável:
Valor do Imposto:

Considerações Finais

O Carregador de Baterias Inteligente SKYRC MC3000 é certamente o carregador mais completo da atualidade. São muitos os ajustes que podem ser feitos para fazer exatamente o que o usuário deseja. Estou bastante satisfeito com ele.

Não é um carregador para qualquer um, seja pelo preço, seja pela usabilidade. Quem tem poucas baterias recarregáveis e/ou não tem o menor interesse em saber como ocorre um processo de recarga pode optar por equipamentos mais simples e baratos.

O SKYRC MC3000 é um excelente equipamento para entusiastas, que sempre querem aprender algo a mais e não se importam em ler o manual para entender todas as funcionalidades. É um equipamento para quem tem a curiosidade de visualizar os gráficos de tensão/corrente/temperatura/carga da bateria. É um equipamento para quem não quer se preocupar em precisar comprar outro carregador tão logo sair um novo tipo de bateria que precisa de um processo de recarga apenas ligeiramente diferente, pois ele é atualizável.

A usabilidade e os aplicativos para Windows e Android poderiam ser melhores. Não testei o aplicativo para iOS. É possível que esses problemas sejam sanados em atualizações futuras, mas eu não contaria muito com isso, pois o MC3000 já está no mercado há alguns anos. Ele recebeu atualizações de firmware e dos softwares nesse tempo, mas parece que não foi nada tão radical.

Desde que o SKYRC MC3000 chegou, ele se tornou o meu carregador principal tanto para minhas baterias NiMH quanto as LiIon. E espero que continue sendo por muitos anos. Apenas as baterias de 9V e as baterias proprietárias (câmeras fotográficas) é que continuarão sendo carregadas com outros carregadores.

Compartilhe o artigo com seus amigos se você gostou 😉 . Se você também quiser fazer suas compras na AliExpress, direto de Hong Kong, clique aqui e boas compras.

0 0 voto
Article Rating

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2020/08/29/review-carregador-de-baterias-inteligente-skyrc-mc3000-universal-multi-quimica-bluetooth-aliexpress/

Inscrever
Notificar sobre
guest
4 Comentários
mais velhos
mais novos mais votados
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Quase 134 trumps, caramba. Bem salgado o preço, mas é sem dúvidas um carregador bem completo, bela aquisição. Eu tenho um carregador inteligente básico (Panasonic BQ-CC17) que me atende pois tenho meia dúzia de Eneloops, mas se estivesse à procura de um modelo avançado, acho que escolheria um da LiitoKala, só não sei se vende no AliExpress.

Sobre essa restrição de baterias por transporte aéreo, não tem como escolher frete marítimo, mesmo que seja muito mais demorado? Isso é restrição do governo brasileiro ou é internacional?

Complicado, ficamos reféns dos mercenários do Mercado Livre pra comprar Eneloop ou remarcações como Fujitsu. Enquanto a Amazon americana vende um kit com o carregador mencionado + 4AA Eneloop por módicos US$ 21,73, redirecionador também não envia para cá, né?

Eu tenho comprado pilhas recarregáveis na Amazon com o Prime, comprei 4AAA da Sony (equivalente a Eneloop Pro) e 4AA da GP ReCyko+, a loja está salvando a pátria. Devia ter comprado mais, pois não sabia dessa restrição.

×
4
0
Gostaríamos de saber o que você pensa, deixe seu comentáriox
()
x
Enable Notifications    Ok No thanks