Despacho Postal do Correios – a Situação Atual

No último dia 27 de agosto, anunciamos aqui de primeira mão que o Correios passou a cobrar a taxa chamada Despacho Postal em todos os pacotes vindos do exterior, mesmo os não tributados. O Skooter Blog foi o primeiro site a dar a notícia, e apenas mais tarde a informação também apareceu nos sites mais famosos.

Até mesmo o site do Correios só passou a informação ao público no final do dia 27/08, em total falta de respeito aos clientes. A taxa foi aplicada inclusive em pacotes que já estavam em trânsito, ou seja, após o serviço já estar efetivamente contratado. Em qualquer país civilizado isso não seria permitido, mas estamos no Brasil…

Muita gente deixou de comprar no exterior depois disso, principalmente itens mais baratos, pois a taxa de R$ 15,00 muitas vezes acaba sendo mais cara que o próprio produto. Mas depois de dois meses da nova cobrança, analisando a trajetória de diversos pacotes, inclusive os meus próprios, posso dizer que a situação é ruim, mas não tanto quanto anunciado.

O comunicado original do Correios dizia que todos os pacotes internacionais teriam a cobrança do Despacho Postal, incluindo:

  • EMS (código de rastreio iniciado pela letra E)
  • Colis Postaux (código de rastreio iniciado pela letra C)
  • Pequenas Encomendas Registradas (código de rastreio iniciado pela letra R)
  • Prime Exprès (código de rastreio iniciado pela letra L)
  • Pequenas Encomendas Simples (não possuem código de rastreio)

Mas na prática, notei que apenas os meus pacotes registrados (letra R) receberam a taxa de despacho postal.  Pacotes com rastreamento iniciado com a letra L passaram todos ilesos. Não recebi pacotes das outras categorias, então não posso falar sobre eles, mas com a letra L foram vários pacotes.

Desse modo, compras diretas nos EUA ou usando redirecionamento na categoria First Class (código de rastreamento iniciado em L) estão passando. Comprei na Amazon usando redirecionamento e o pacote chegou via First Class sem taxa de despacho postal e sem impostos.

Compras na AliExpress também podem ser feitas sem precisar pagar o despacho postal. Basta procurar por anúncios que enviam via ePacket ou AliExpress Standard Shipping. Ambos tem código de rastreamento iniciado em L. Todos os pacotes que comprei dessa forma chegaram sem a taxa e sem impostos.

AliExpress Standard Shipping é um tipo de envio fornecido pela própria AliExpress, algo semelhante ao  MercadoEnvios, em que o vendedor só coloca a etiqueta fornecida pelo serviço no pacote e despacha. Comprando por ele quem realmente define o tipo de frete é a própria AliExpress. Até 2017 o AliExpress Standard Shipping era registrado (R). Depois dos atrasos do final de 2017 e início de 2018 passou a ser ePacket (L). Em meados de 2018, quando a situação normalizou, voltou a ser registrado (R). Mas após a cobrança do despacho postal ele voltou a ser ePacket (L) novamente e permanece assim até agora.

No caso da GearBest, recomendo o frete Priority Line, que também resulta em um ePacket (L).

Compras de óculos na Goggles4u também ficam isentas da taxa de despacho postal, pois são enviadas via First Class dos EUA. O mesmo vale para lentes de contato compradas na AC Lens.

Note que tanto no caso da AliExpress quanto no caso da GearBest, o envio pela categoria ePacket acaba tendo um custo adicional em relação ao envio registrado ou sem registro, mas normalmente esse custo é menor que R$ 15,00, então compensa pagar a diferença.

Até mesmo quando a diferença beira os R$ 15,00 eu ainda acho que compensa pagar o frete por ePacket, pois ele costuma ser bem mais rápido que o registrado. O processo é menos moroso tanto fora do Brasil quanto no tratamento do próprio Correios. Meus ePackets tem chegado em menos de um mês.

Outra vantagem de pagar o ePacket é que se o pacote extraviar ou o produto chegar com defeito, o reembolso é completo. Do contrário, boa sorte tentando receber os R$ 15,00 de volta se o pacote extraviar após o pagamento do despacho postal. Além disso, tive um caso de cobrança duplicada dos R$ 15,00 por parte do Correios que só consegui receber de volta com um chargeback no cartão de crédito, pois não há forma de contatar o Correios e receber uma resposta que não seja padronizada.

Em resumo, todos os pacotes que recebi com código de rastreamento iniciado em L chegaram sem a cobrança do despacho postal e também sem impostos de importação.

Não cheguei a fazer compras em outras lojas do exterior no período, mas o princípio parece ser o mesmo, a ideia é procurar pelos fretes com código de rastreamento iniciados pela letra L.

Uma outra boa notícia é que Carlos Roberto Fortner, o criador da cobrança do despacho postal para todos os pacotes, não é mais presidente do Correios 🙂 . A má notícia é que é improvável que o novo presidente, o general Juarez Aparecido de Paula Cunha, retire a tal cobrança.

Aliás, acho mais provável que acabem resolvendo realmente cobrar o despacho em todos os pacotes do que retirarem a cobrança dos registrados. Alguns argumentam que a cobrança é justa e que o Correios não pode trabalhar de graça, ignorando que eles já recebem parte do valor pago pelo remetente no país de origem. Pode ser verdade que não exista repasse no caso dos registrados, que são encarados como carta e o acordo internacional dita que nesses casos quem fica com o valor do porte é a empresa do país de origem, e que a quantidade de postagens partindo do Brasil é desproporcional. Por outro lado, no caso das demais encomendas (ePackets e outros) certamente há repasse, e nesse caso a cobrança do despacho postal efetivamente se enquadria em uma dupla cobrança que, repito, em qualquer país civilizado seria ilegal.

Para comprar nas lojas mencionadas no artigo, use os links abaixo:

  • AC Lens – Lentes de Contato direto dos EUA.
  • AliExpress – Muitos tipos de produtos, direto da China.
  • Amazon – Muitos tipos de produtos, dos EUA.
  • GearBest – Muitos tipos de produtos, direto da China.
  • Goggles4u – Óculos de Grau e de Sol.

Se você recebeu pacotes do exterior após agosto nos conte nos comentários a letra inicial do código de rastreamento e se teve que pagar o despacho postal ou não.

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2018/11/14/despacho-postal-do-correios-a-situacao-atual/

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
3 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Hottest comment thread
3 Autores de comentários
Decio YokotaAlex Autores de comentários recentes
  Inscrever  
mais novos mais velhos mais votados
Notificar sobre
Alex
Visitante
Alex

Não sei se o meu conta mas comprei na iHerb por Global Mail da DHL e chegou em 9 dias, sem imposto e sem taxa. Por outro lado, tenho compra da China sem rastreio de junho que ainda não chegou.

Membro
Iuri Fiedoruk

Tive um pacote sobretaxado pelo correio. Paguei os 15 reais, e … nada!
Já reclamei duas vezes, e só dizem o de sempre, 40 dias úteis, absurdo, para entregarem.

Ou seja, a taxa não serve para nada, melhor nem pagar. Só paguei essa pois vinha da Alemanha e era um pouco mais caro (um switch scart). Quando for coisinha da China, prefiro pagar um pouco mais de frete que não seja pago para o Correio daqui, ou simplesmente não irei pagar a taxa.

Membro
Iuri Fiedoruk

Aliás, comprei um cabo da China, para usar com esse switch scart, via ePackage. E já chegou.
Enquanto o switch, pago para os Correios, nada.

Decio Yokota
Membro

Recebi desde agosto 3 pacotes da China, sem código de rastreio e dentro de envelopes. Dois da dealextreme e um da Bangood e nenhum deles foi taxado.

×