jan 18 2008

Comentários sobre “Tecnologias ‘engana trouxa'”

Recomendo o excelente artigo de Laércio Vasconcelos no ForumPCs intitulado “Tecnologias ‘engana trouxa“.

Depois de lê-lo veja meus comentários:

Bus Mouse: esse não é do meu tempo Smile

Mouse de 9600 DPI: com resolução de 1680×1050 comecei a perceber que esse negócio de DPI faz sentido, estou usando 1200dpi no meu A4Tech X750F atualmente, ele vai até 2500dpi, mas acho que 1200 está de bom tamanho.

Resolução interpolada do scanner: concordo plenamente, se realmente for preciso interpolar é melhor deixar essa tarefa pro Photoshop.

Zoom óptico e zoom digital: zoom digital pra mim é 100% inútil, prefiro tirar a foto sem o zoom e depois cortar a parte que me interessa, com a vantagem de fazer o enquadramento com calma depois (casos em que o assunto está em movimento e não dá pra enquadrar com perfeição).

Placa de som de 32, 64, 128, 256, 512, 1024 bits: eu tive uma AWE64, mas já sabia que ela não tinha 64 bits. Mas vi muita gente falar isso errado.

Placa de som de 192 kHz: Isso eu não acho inútil, realmente na hora de ouvir, 192KHz ou 44KHz pra mim é a mesma coisa, então não faz grande diferença um conversor A/D, D/A de 32 bits e 192KHz ou 16 bits e 44KHz. Mas na aplicação de efeitos internamente, mixagem, etc… isso faz diferença, e o ideal é que o som seja trabalhado na máxima resolução possível, senão cada filtro vai prejudicando cada vez mais e o resultado ruim fica audivelmente (existe essa palavra?) ruim. É igual ficar abrindo e salvando um JPG sucessivas vezes, as perdas imperceptíveis vão se multiplicando e se tornando visíveis (ou nesse caso audíveis).

Disquete virgem “vírus free”: esse é realmente a maior besteira

Modems DSP e HSP: esses eu cansei de ter de explicar a diferença, tive 2 modems internos, ambos US Robotics DSP, fazia uma bela diferença na época. Hoje em dia acho que tanto faz, mas ainda mantenho meu 3Com OfficeConnect 56K Business Modem (externo) pra acessos emergenciais quando o Speedy falha.

Modems V.90 e V.92: eu até quis um V.92 na época, porque estava comprando um modem novo e queria logo a tecnologia mais recente, mas o vendedor em vez de trazer o US Robotics externo V92 que pedi trouxe esse 3Com. Como esse 3Com era bem mais caro na época acabei deixando ele mesmo. E no fim o V.92 nunca teria me servido pra nada, então valeu a pena.

USB: de fato no início era mosca branca equipamentos USB, o meu primeiro foi uma webcam Creative comprada em 1999, que tenho até hoje (no XP, porque no Vista nem pensar…). Mas nada como mudar do velho scanner paralelo cuja impressora tinha que ser ligada nele numa bela gambiarra pra dois equipamentos usarem a mesma porta. Viva o USB!

BTX: e que não pegue NUNCA!! Não quero ter que me desfazer de meu Thermaltake Swing Smile

Wi-fi 802.11a: esse é útil sim, em locais onde já tem 802.11b/g demais e existe muita interferência. Mas é útil para poucos.

Pentium 4: novo encapsulamento OLGA: desses escapei, pulei direto do P3 para o P4 socket 478

Memória RAMBUS: consequentemente escapei delas também, mas acompanhava a briga DDR x RAMBUS enquanto ela durou. Serviu pra lembrar que ter a melhor tecnologia não é tudo (vide o clássico Betamax X VHS)

Os ETs que procuravam pelo Pentium 4: e o marketing funcinou, nem entendo como a Intel abandou o Pentium, se chamasse o Core 2 de Pentium 5 o apelo teria sido bem maior. Aliás, me surpreende que o Prescott não tenha sido chamado de Pentium 5, e que os Pentium LGA não tenham sido chamados de Pentium 5.

Tecnologia Hyper-Threading: essa eu sempre gostei. Dava uma desafogada no micro, no meu P4 HT eu colocava um algoritmo pesado rodando no MATLAB e conseguia continuar navegando, ouvindo musica, numa boa. Num Athlon 64 isso não era possível, tinha que ficar baixando a prioridade do Matlab pra tentar algo parecido.

64 bits: o apelo dos softwares 64 bits não foi suficiente realmente, aqui eu só conto o Matlab, o Office, o Avast e demais softwares Microsoft. O resto ainda é tudo 32 bits. Pior que isso é a falta de drivers para diversos hardwares que ainda estão em linha de produção, mas só suportam o Vista 32 bits. Mas a vez dos 64 bits vai chegar com a necessidade de 4GB de RAM, que já está bem próxima.

—————-
Now playing on Winamp: Hillsong United – Aqui Estoy
via FoxyTunes

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2008/01/18/comentarios-sobre-tecnologias-engana-trouxa/

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar
wpDiscuz