jul 15 2008

SyncBack e SyncBackSE

Esse post é pra dar continuidade àquele sobre ferramentas de sincronização que escrevi algum tempo atrás.

De lá para cá abandonei Xdrive que funcionava horrivelmente e um belo dia descobri que ele tinha criado um arquivo de uns 30GB dentro do c:\users\Fabricio\appdata\roaming\Xdrive, e que não havia backup nenhum remotamente, só tentativas freustadas, então dei um fim nele e até o momento estou sem ferramenta pra fazer backup online, já que não estou afim de pagar por esse tipo de serviço.

O Acronis True Image ainda está por aqui, mas poderia muito bem estar fazendo um serviço melhor, já que ele faz a maior bagunça com o esquema de manter apenas os 30 últimos backups (conforme configurei) e as vezes o backup enrosca e fica dias o processo lá ocupando 100% de tempo de um processador, mas ainda vou aturá-lo por mais algum tempo até achar um substituto.

Agora vou falar de um novo programa que entrou pros meus preferidos, é o SyncBack, versão freeware, e também existe uma versão paga mais completa, que é o SyncBackSE, ambos produzidos pela 2BrightSparks. Ele tem sido uma mão na roda para atualizar a Galeria de Fotos desde que ela foi hospedada no HostGator, pois posso manter a comodidade de simplesmente descarregar as fotos no meu diretório de fotos e uma vez por dia o SyncBack entra em ação e sincroniza com o servidor, através de FTP.

A única coisa extremamente imbecil no SyncBack é que ao fazer sincronização com FTP um dos atributos que ele usa para saber se o arquivo no servidor é a mesma versão do arquivo local é a data e hora do arquivo, até aí tudo bem, afinal ficar baixando os arquivos remotos para comparar seria inviável em muitos casos, mas o problema é que nem todo servidor aceita mudar a data/hora do arquivo remoto, alguns configuram a data/hora para a data/hora que ele foi enviado. E o SyncBack quando não consegue alterar a data remota, por padrão modifica a data local para ser equivalente a data remota. Obviamente não quero minhas fotos com datas modificadas porque isso atrapalharia os meus backups pra DVDs e tudo mais, então tive que apanhar um pouco até achar onde desligar essa opção que não deveria nem existir ou existindo deveria minimamente não ser padrão, já que mexer nos arquivos locais quando o que eu quero é apenas replicar tudo no lado remoto (ou seja, sincronização apenas em um sentido e nunca no sentido inverso) é algo totalmente descabido.

Feita essa ressalva recomendo o freeware SyncBack para diversas ocasiões em que o SyncToy da Microsoft é deficiente, principalmente na questão de falhar miseravelmente ao sincronizar um pendrive se a letra da unidade foi mudada, o que é bastante comum hoje em dia já que muitas equipamentos criam letras de unidade (pendrives, HDs e gravadores de DVD externos, leitores de cartões, impressoras que leem cartões, celulares, máquinas fotográficas, etc.). A quantidade de opções do SyncBack também é bem maior que a do SyncToy e quem já achou falta de alguma característica no SyncToy tem boas chances de encontrá-la no SyncBack. Já para usar FTP é recomendável desembolsar 30 dólares pela versão paga que tem uma engine melhor e mais opções, apesar de ainda faltarem algumas coisas, como a opção de utilizar FTP tunelado por SSH, já que não é todo servidor que dá suporte a FTPS (FTP com TLS/SSL implícito) ou FTPES (FTP com TLS/SSL explícito).

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2008/07/15/syncback-e-syncbackse/

Deixe um comentário

1 Comentário em "SyncBack e SyncBackSE"

Notificar sobre
avatar
Ordenar por:   mais novos | mais velhos | mais votados
wpDiscuz