Justiça brasileira exige que Abadia tenha nos EUA a mesma mamata que teria no Brasil

O megatraficante colombiano Juan Carlos Abadia, preso no Brasil há um ano, já está nas mãos da Justiça dos Estados Unidos, que o procurava há 14 anos.

(…)

A primeira audiência de Abadia na justiça americana está marcada para segunda-feira, em um tribunal de Nova York. Ele vai responder por assassinato, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. O cartel chefiado por abadia é acusado de levar  mais de US$ 10 bilhões em cocaína para os Estados Unidos.

Abadia vai responder a outros processos nos EUA, mas pelo acordo feito com o Brasil para permitir a extradição, a pena aplicada nos Estados Unidos não poderá ser maior do que a sentença decidida pela Justiça brasileira. (grifo meu)

Fonte: G1

Ou seja, os americanos que já estão acostumados com a maior segurança proporcionada pelas prisões perpétuas para crimes que no Brasil o bandido sai no dia seguinte, vão ter que se contentar em liberar o Abadia após no máximo 30 anos.

Pior que isso, se levarmos ao pé da letra a frase em negrito, a Justiça americana terá de liberar o sujeito por bom comportamento após cumprir um terço da pena, ou de repente até antes. Ah, e também terão de fazer um esquema especial no presídio para que ele possa falar no celular e organizar seqüestros de lá de dentro, já que aqui no Brasil essas coisas são “permitidas”.

O que esperar de uma justiça que em vez de seguir o exemplo de quem faz melhor prefere obrigá-los a seguir o nosso péssimo exemplo?

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2008/08/23/justica-brasileira-exige-que-abadia-tenha-nos-eua-a-mesma-mamata-que-teria-no-brasil/

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notificar sobre