abr 15 2015

Pole Position – Atari 2600

Pole Position do Atari 2600 é um jogo que eu subestimei em minha infância. Sempre joguei muito mais o Enduro. O Pole Position é uma conversão dos arcades, enquanto Enduro é um jogo original. Pole Position tem gráficos melhores se você olhar apenas um screenshot e ver as zebras da pista, por exemplo, mas o Enduro tem as mudanças de tempo com dia, noite, neve, neblina, as mudanças no horizonte, etc.

Pole Position é mais realista como um simulador de corrida, mas como jogo o Enduro se sai melhor, com o objetivo de ultrapassar 200 ou 300 carros no dia para passar para a próxima fase (dia), o que o torna divertido e desafiador. No Enduro a estratégia é correr em uma velocidade rápida o suficiente para conseguir ultrapassar os 300 carros durante o dia, mas não mais rápida que seus reflexos para desviar dos carros, pois uma batida faz com que você seja ultrapassado por muitos carros e aí o contador de carros a serem ultrapassados aumenta bastante em vez de diminuir. Achar o ponto ideal não é simples, pois tudo depende das condições climáticas. Na neve é preciso contar com a resposta mais lenta do carro, na neblina é preciso contar com a falta de visibilidade, e assim por diante. Além disso, a velocidade pode ser maior nas retas, mas nas curvas é bom reduzir um pouco. E há momentos em que é preciso frear mesmo, e se reposicionar na pista, tirar uma fina, ou mesmo deixar os outros carros sumirem no horizonte para depois voltarem em uma configuração mais fácil de ultrapassar. Essa dinâmica toda o torna mais interessante.

Ambos os jogos foram lançados em 1983, o Pole Position pela própria Atari, e o Enduro pela Activision, a empresa formada pelos ex-programadores da Atari que acabou se tornando a softwarehouse que fez muitos dos melhores jogos do Atari 2600. Não sei o mês do lançamento de cada um, então não dá para saber quem lançou primeiro. O Pole Position é um jogo de 8 KBytes, enquanto o Enduro é um jogo de 4 KBytes.

Note que minha avaliação é um tanto enviesada, pesa em favor do Enduro o fato de ele ter vindo junto com o Atari 2600 que ganhei no natal de 1987. Foi meu único jogo por algum tempo, e foi também o único jogo que tive durante todo o tempo que tive o Atari 2600. Ao contrário de alguns jogos que ficam esquecidos, eu sempre voltava para jogar o Enduro de vez em quando para tentar superar meu recorde pessoal. Curiosamente, na minha infância eu cheguei no máximo até o 7º dia, mas jogando novamente agora como adulto cheguei no 13º dia, com hardware original, sem savestates ou qualquer outro truque moderno. É raro meu “eu adulto” superar meu “eu criança” que tinha muito mais tempo para jogar.

Por outro lado, o Pole Position eu lembro de ter jogado uma vez ou outra com cartucho emprestado de algum colega. Depois acabei tendo este jogo naquele que foi o último cartucho de Atari 2600 que tive, já no início da década de 90. Era um cartucho com 16 jogos, todos muito bons: Pressure CookerMoon Patrol, Phoenix, Hero, Pole Position, Vanguard, Moon Sweeper, Zaxxon, Kangaroo, Kung-Fu Master, Smurfs, Jungle Hunt, Ms. Pac-man, Front Line, Beamrider e Subterranea. Com tantos bons jogos, o Pole Position acabou sendo só mais um, e nunca joguei-o tanto assim. Acho que nunca entendi muito bem qual era o objetivo quando ainda era criança. Manuais de instruções não eram comuns nos cartuchos não licenciados, e mesmo quando estavam presentes eram extremamente básicos.

Pole Position - Atari 2600

Pole Position – Atari 2600

Mas jogando novamente o Pole Position agora como adulto vejo que subestimei este jogo. É um bom jogo, as ultrapassagens vão ficando mais complicadas com o tempo, pois os carros mudam de traçado e vão tentando te fechar durante as ultrapassagens. O desafio também é crescente e há, de fato, um objetivo a ser atingido, que é terminar a corrida, além de tentar obter a maior pontuação possível. Diferentemente do Enduroa estratégia aqui é manter o pé embaixo. Como o acelerador é automático, é preciso saber apenas o momento correto de fazer as mudanças de marcha. São duas marchas apenas, mas a mudança é manual, com o direcional para cima ou para baixo, semelhante ao Out Run. O freio é no botão, e pode ser usado para evitar uma batida, pois o tempo perdido nelas é crucial. Derrapagens e toques na zebra também te fazem perder velocidade.

Jogando Pole Position na minha infância acho que nunca havia reparado que há uma volta de qualificação e depois, se passarmos pela qualificação, a corrida começa para valer. Achava apenas que tinha passado de fase quando a qualificação acabava. A corrida tem 4 voltas. Ao completar uma volta dentro do tempo permitido, vamos avançando e ganhando mais tempo para a próxima volta, novamente tal qual o Out Run. Infelizmente há apenas um único circuito, mas é uma adaptação bacana dentro das limitações do Atari 2600.

E para fechar, deixo um videozinho demonstrando o Pole Position, gravado em um Atari 2600, sem emulação:

Eis alguns dos itens que foram utilizados para fazer a gravação do gameplay do Pole Position:

  1. Elgato – Game Capture HD60
  2. Atari 2600 VCS dos EUA com S-Video, Vídeo Composto, Áudio Estéreo e Pausa
  3. Framemeister XRGB Mini
  4. Harmony Cartridge
  5. Joystick CX40

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2015/04/15/pole-position-atari-2600/

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar
wpDiscuz