Uma Mensagem a Garcia

Trata-se de um homem chamado Rowan que se destacou no horizonte cubano.

Quando irrompeu-se a guerra entre Espanha e Estados Unidos, o que mais importava a eles era entrar em contato com o chefe ” Garcia ” que encontrava-se no sertão cubano. Mas era impossível comunicar-se com ele pelo correio ou pelo telégrafo.

Foi quando alguém teve uma brilhante idéia e lembrou de um homem chamado ” Rowan ” e comunicou ao Presidente, que sem demora foi trazido até ele.

O Presidente lhe confiou uma carta para ser entregue a Garcia. Sem questionar, Rowan pega essa carta, meteu-a num envólucro impermeável, amarrou-a sobre o peito e, após quatro dias, saltou de um barco, alta noite, nas costas de Cuba, de como se embrenhou no sertão e depois de três semanas, surgiu do outro lado da ilha, tendo atravessado a pé um país hostil e entregando a carta a Garcia.

 Bom, o que eu quero frisar é que o Presidente deu uma carta a Rowan para ser entregue a Garcia, e Rowan pegou a carta e não fez uma pergunta se quer ao rei, apenas obedeceu.

Esta mensagem relata da nossa força de vontade, de querermos fazer tudo aquilo que nos é confiado, sem questionar, muito menos reclamar. Mesmo que seja aos olhos humanos ” impossível “, no caso dessa carta que é fazê-la chegar até Garcia, você vai procurar fazer o ” impossível ” para que isso aconteça.

E um detalhe: ” Sozinho ”

Sempre quando estamos diante de algo que aparenta ser muito difícil umas das primeiras coisas que vêm a nossa mente é procurar ajuda com alguém, ou logo dizer: Não vou conseguir, sendo que nem pelo menos tentou.

Um trecho desta mensagem me chamou muito a atenção: ” Não é de sabedoria livresca que a juventude precisa, nem instrução sobre isso ou aquilo. Precisa sim, de um endurecimento das vértebras, para poder mostrar-se altivo no exercício de um cargo; para atuar com diligência, para dar conta do recado; para, em suma, levar uma mensagem a Garcia ”

Mas o que vemos muitas vezes são pessoas prestam assistência irregular, desatenção, indiferença irritante e trabalho mal feito, isso parece uma regra geral.

Um exemplo que o autor narra, é que seu chefe derepente olha pra seu funcionário e diz:” Queria ter a bondade de consultar a enciclopédia e de me fazer uma descrição sucinta da vida de Corrégio ”

No caso de Garcia, ele diz: ” Sim senhor, e xecuta o que lhe é ordenado ”

No caso do empregado, ele olha perplexo ao seu chefe e começa a fazer muitas perguntas, umas delas seria: ” Quem é ele? Que enciclopédia? Onde é que está a enciclopédia? Fui eu acaso contratado para fazer isso? E se João fizesse? Já morreu? Precisa disso com urgência? Não será melhor que eu traga o livro para que o senhor procure o que quer?…

Agora eu lhe pergunto: Será que esse emprego que você tanto reclama ou tanto almeja e não consegue, o problema não está em você?

Particularmente essa ” mensagem ” fez com que eu análisasse o meu comportamento em meu trabalho, se quero crescer profissionalmente, os meus frutos tem que começar desde aquele cargo que para muitos não significa nada.

A própria palavra de Deus nos diz isso em Mateus: 25:21 – Disse-lhe o Senhor: muito bem, servo bom e fiel; foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei; entra no gozo do teu Senhor.

Hoje alguém precisa entregar uma carta a Garcia, você pode entregá-la?
 

 

 

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2006/07/10/uma-mensagem-a-garcia/

Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificar sobre