out 28 2017

Chromecast Ultra

Neste artigo falo sobre a aquisição de um Chromecast Ultra, a terceira geração do Chromecast, o dispositivo de streaming do Google.

Motivação

Eu já tinha três Chromecast de segunda geração, um em cada TV LCD da casa, dos quais já falei aqui no Skooter Blog nos seguintes artigos:

  1. Google Chromecast 2, de 22/10/2016.
  2. Segundo Google Chromecast 2, de 21/11/2016.
  3. Terceiro Google Chromecast 2, de 02/01/2017.

Com a construção de um novo armário e a instalação da antiga TV CRT nele, junto com meu segundo time de consoles, também coloquei nela um dos Chromecast 2, com auxílio do Conversor de HDMI para Vídeo Composto (CVBS) + Áudio Estéreo.

Na verdade eu tirei o Chromecast 2 da Sala de TV e coloquei-o na TV CRT. A ideia era comprar um Chromecast Ultra para a sala de TV na mesma viagem pela Europa onde adquiri o iPhone 7, o Playstation 4 Pro e o Playstation VR,  mas acabei não encontrando o Chromecast Ultra na Europa. Não fiquei procurando em muitas lojas, mas nas que encontrei pelo caminho, principalmente nos aeroportos, só o Chromecast 2 estava presente.  Então acabei comprando no Mercado Livre mesmo.

Por que o Chromecast Ultra?

Por que optei por um Chromecast Ultra em vez de um quarto Chromecast 2? Quais são as vantagens do Chromecast Ultra em relação ao Chromecast 2?

A grande vantagem do Chromecast Ultra é que ele é compatível com conteúdo 4K e HDR. Com Youtube, Netflix e outros serviços oferecendo conteúdo 4K e HDR, isso faz todo o sentido.

Mas vale lembrar que eu ainda não tenho uma TV 4K, então por que pagar mais por um Chromecast Ultra?

Aí entram as demais vantagens do Chromecast Ultra. Para poder lidar com conteúdo 4K e HDR ele naturalmente precisa de mais memória e poder de processamento. Desse modo, o Chromecast Ultra é mais rápido.

Além disso, o Chromecast Ultra também conta com uma porta Ethernet, além da possibilidade de conexão por WiFi que já estava presente nos modelos anteriores. Isso também faz bastante sentido. Conteúdos 4K e HDR são pesados e podem ultrapassar a largura de banda que uma rede WiFi consegue manter, principalmente se o Chromecast estiver longe do roteador.

Eu sempre fui favorável a usar WiFi apenas para dispositivos móveis. Para dispositivos fixos a rede cabeada é sempre melhor, e ainda deixa a rede WiFi livre. Então para mim essa porta Ethernet foi muito bem-vinda, mesmo para conteúdo 1080p.

Por fim, eu também prefiro o Chromecast Ultra para que ele já esteja preparado para uma TV 4K e HDR que eu possa vir a ter no futuro. Sei que muitas dessas TVs tem sistema operacional Android e já contam com as funcionalidade do Chromecast. Mas não são todas.

Outra coisa que já reparei é que as vezes os mesmos aplicativos funcionam melhor no Chromecast que na TV. Por exemplo: minha Smart TV Sony de 2012 tem Netflix, mas quando estou baixando torrents na rede ele engasga, ou fica baixando a resolução. Usando o Chromecast não há engasgos e a resolução fica sempre na máxima. Meu palpite é que o Chromecast suporta algoritmos de compressão melhores, e acaba consumindo menos largura de banda. Possivelmente também tem mais cache e melhor controle de congestionamento.

Até mesmo na minha Smart TV Panasonic Viera 40″ – TC-40DS600, que é a mais nova da casa, o Youtube as vezes dá umas enroscadas, principalmente quando a rede está bem ocupada. E isso não ocorre quando uso o Youtube via Chromecast.

Unboxing

Chromecast Ultra que recebi é a versão americana. Veio devidamente lacrado. Na frente da caixa temos uma foto do dispositivo e logotipos de vários serviços suportados.

Chromecast Ultra, em sua embalagem.

Chromecast Ultra, em sua embalagem.

Em uma das laterais há um quadro comparativo do Chromecast Ultra com o Chromecast 2.  Muito bem, Google!

Chromecast Ultra, em sua embalagem.

Chromecast Ultra, em sua embalagem.

Chromecast Ultra, em sua embalagem.

Chromecast Ultra, em sua embalagem.

Chromecast Ultra, em sua embalagem.

Chromecast Ultra, em sua embalagem.

Aparentemente o meu Chromecast Ultra foi adquirido em um Walmart dos EUA. O vendedor deixou um selo que indica isto.

Chromecast Ultra, em sua embalagem. Aparentemente veio de um Walmart nos EUA.

Chromecast Ultra, em sua embalagem. Aparentemente veio de um Walmart nos EUA.

Dentro da caixa encontramos o Chromecast Ultra e a fonte de alimentação com cabo. A fonte de alimentação veio com plug Tipo A, o padrão dos EUA sem pino de aterramento.

Chromecast Ultra, com a fonte de alimentação.

Chromecast Ultra, com a fonte de alimentação.

Fonte de Alimentação do Chromecast Ultra. Note a porta Ethernet.

Fonte de Alimentação do Chromecast Ultra. Note a porta Ethernet.

Fonte de Alimentação do Chromecast Ultra.

Fonte de Alimentação do Chromecast Ultra.

Diferente de outros modelos, este não tem o cabo USB destacável da fonte. Além disso, a porta Ethernet fica na fonte. Desse modo, o uso da fonte é obrigatório. Não dá para alimentar o Chromecast Ultra com uma porta USB da TV e usar a porta Ethernet ao mesmo tempo. Para quem não vai usar a porta Ethernet talvez seja possível alimentá-lo usando um cabo USB comum adquirido separadamente, mas não testei essa possibilidade.

Chromecast Ultra.

Chromecast Ultra.

Chromecast Ultra.

Chromecast Ultra.

Chromecast Ultra.

Chromecast Ultra.

Instalação

Antes de instalar o Chromecast Ultra, fiz um cabinho Ethernet para ele, o qual foi devidamente testado com o Testador de Cabos de Rede LAN, Telefone, USB, BNC e Firewire com Rastreador de Cabos e Display LCD.

Cabo Ethernet (cat5e) feito para o Chromecast Ultra.

Cabo Ethernet (cat5e) feito para o Chromecast Ultra.

Cabo Ethernet (cat5e) feito para o Chromecast Ultra, sendo testado.

Cabo Ethernet (cat5e) feito para o Chromecast Ultra, sendo testado.

Em seguida, conectei o Chromecast Ultra em uma porta HDMI do Receiver Yamaha RX-A830. Também conectei no Chromecast Ultra o cabo Ethernet, cuja outra ponta foi conectada no Switch TP-Link TL-SG1024DE V2, que também fica na sala.

Instalando o Chromecast Ultra.

Instalando o Chromecast Ultra.

Aí foi só ligar TV e receiver, selecionar a entrada HDMI do Chromecast Ultra e encontrar a tela de boas-vindas.

Tela de boas-vindas no Chromecast Ultra.

Tela de boas-vindas no Chromecast Ultra.

Após a conexão, uma atualização já foi feita e em seguida o Chromecast Ultra ficou pronto para uso. Fiz alguns testes com Youtube e Netflix e tudo funcionou pefeitamente.

Chromecast Ultra, fazendo atualização.

Chromecast Ultra, fazendo atualização..

Chromecast Ultra, pronto para uso.

Chromecast Ultra, pronto para uso.

Chromecast Ultra, pronto para uso.

Chromecast Ultra, pronto para uso.

Chromecast Ultra, em funcionamento, fazendo streaming do Youtube.

Chromecast Ultra, em funcionamento, fazendo streaming do Youtube.

Veja também o vídeo do unboxing do Chromecast Ultra:

Considerações Finais

Fiquei bastante satisfeito com o Chromecast Ultra na TV da sala, aumentando o nível de esperteza da mesma, facilitando jogar vídeos do celular para a TV, principalmente a partir do Youtube.

A TV é smart mas não tem Youtube. Netflix ela tem, mas o aplicativo é lento na navegação e sofre com paradas e diminuição de resolução se a rede estiver bastante ocupada (torrents, principalmente). Com o Chromecast Ultra estes problemas acabaram.

Não posso avaliar como o Chromecast Ultra se sai com conteúdo 4K e HDR, mas pelo menos para conteúdo 1080p ele se sai muito bem.

É claro que para quem não tem TV 4K e não planeja fazer um upgrade tão cedo, o Chromecast 2 ainda é uma ótima pedida. O custo maior do Chromecast Ultra só vale a pena indiscutivelmente para quem já tem TV 4K, para quem vai adquirir uma em breve, ou quando usar WiFi não é uma opção viável. Em outros cenários é preciso avaliar.

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2017/10/28/chromecast-ultra/

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar