Diagrama de Conexão de Videogames e Outros Dispositivos c/ TV e Receiver (22 itens)

Em 2015 fiz aqui no Skooter Blog um artigo explicando como faço a ligação de consoles clássicos e atuais em uma TV e um receiver modernos. De lá para cá vários itens foram adicionados ou atualizados no setup. Como ligar tantos dispositivos na mesma TV e receiver? Esta é uma pergunta que continuo recebendo com frequência, então resolvi fazer uma segunda parte, dessa vez falando de todos os dispositivos.

Enquanto algumas conexões são bem diretas e simples de entender, outras tem uma justificativa específica, principalmente envolvendo a questão de captura de vídeo, que é o fator mais complicado.

Para começar, apresento o novo diagrama, com 22 dispositivos conectados. Note que estou mostrando apenas as conexões de áudio e vídeo, pois se incluísse também as conexões de energia e rede no mesmo diagrama ficaria muito mais complicado.

Diagrama de Conexões - Sala de TV

Diagrama de Conexões – Sala de TV

Grande parte desses dispositivos já foram apresentados aqui no Skooter Blog. Confira os artigos:

  1. TV Sony XBR-55X905E
  2. Receiver Yamaha Aventage RX-A870
  3. Playstation 4 Pro
  4. Minix Neo U9-H
  5. Chromecast Ultra
  6. Playstation 3
  7. Switch HDMI Vention VAA-S20
  8. Blu-Ray Player Sony BDP-S490
  9. Splitter HDMI HUIYISHUN HDMI-400
  10. Decodificador Sky SHR23
  11. Splitter HDMI 1×2
  12. MSI Cubi 2
  13. Elgato Game Capture HD60
  14. Switch HDMI LINK-MI LM-SW04
  15. Nintendo Switch
  16. Framemeister XRGB Mini
  17. Analogue Super Nt
  18. gscartsw_lite
  19. Sega Genesis
  20. Super Nintendo
  21. Playstation One
  22. Atari 2600

Os cabos HDMI que compro atualmente são os da Vention, apesar de eu ainda ter vários cabos de outras marcas funcionando perfeitamente em meu setup. Quando possível eu uso os cabos originais que vem com os dispositivos. Mas muitas vezes eles são curtos e preciso substitui-los por outros maiores.

Quanto aos cabos SCART RGB, também já falei de todos eles aqui no Skooter Blog. Os que estão em uso atualmente são esses:

  1. Cabo SCART RGB para Mega Drive 1 / Sega Genesis 1 / Mega Drive 2 Tec Toy com Áudio Stereo (Pack-a-Punched!)
  2. Cabo SCART RGB para Super Nintendo (CSYNC) com upgrade para Multicore Coax
  3. Cabo SCART RGB para Playstation One (Sync-on-Luma) com upgrade para Multicore Coax
  4. Cabo SCART RGB para Atari 2600 e Nintendo (NES) – DIN 8 pinos + P2 Stereo c/ upgrade para Mini-Coaxial
  5. QED SQART Dual Screen Silver Reference AV 0.5 Meter Video Scart Data Cable

Para explicar o diagrama acredito que seja mais didático começar pelas saídas e ir caminhando para as entradas.

A entrada HDMI 3 da TV Sony XBR-55X905E está conectada à saída do Receiver Yamaha Aventage RX-A870. A HDMI 3 é a entrada ARC, então ela também serve como saída de áudio para o receiver quando o conteúdo sendo usado é o da própria TV (canais de TV aberta, aplicativos, e outras entradas).

Nas 3 entradas com suporte à HDCP 2.2 do Receiver Yamaha Aventage RX-A870 eu uso os dispositivos com suporte a 4K e HDR, que são o Playstation 4 Pro, o Minix Neo U9-H, e o Chromecast Ultra. Note que apesar da TV ter as funcionalidades de um Chromecast, o Youtube em HDR só funciona via Chromecast Ultra.

Nas 4 entradas com suporte apenas ao HDCP 1.4, conectei os demais dispositivos: Playstation 3, Switch HDMI Vention VAA-S20, Blu-Ray Player Sony BDP-S490, e Splitter HDMI HUIYISHUN HDMI-400.

O Blu-Ray Player Sony BDP-S490 precisa estar em uma entrada HDCP 1.4. Por algum motivo que desconheço ele apresenta problemas nas entradas HDCP 2.2. De qualquer forma ele não precisa de HDCP 2.2, pois é um modelo antigo.

O decodificador da Sky está conectado ao Splitter HDMI HUIYISHUN HDMI-400 porque eu tenho dois pontos escravos em outros cômodos.

No Switch HDMI Vention VAA-S20 estão conectados um Splitter HDMI 1×2 e o MSI Cubi 2. Esta ligação é bastante estratégica, pois o meu dispositivo de captura (Elgato Game Capture HD60) está conectado no MSI Cubi 2 e o Splitter HDMI 1×2 divide o sinal de meus videogames entre o Receiver Yamaha e o Elgato.

O Switch HDMI Vention VAA-S20 é problemático com sinal 4K HDR, mas funciona bem em 1080p e tem a vantagem de atuar como um switch seamless. Isso significa que ele faz o handshaking do HDMI com todas as entradas à priori, e muda rapidamente de uma entrada para outra. Como minha TV é o único monitor do MSI Cubi 2, eu preciso alternar para a entrada dele para iniciar/parar uma captura ou transmissão ao vivo, e depois voltar para o Splitter HDMI 1×2 para poder jogar.

Parece uma tarefa fácil, mas switches comuns, receivers, etc. só fazem o handshaking no momento em que a entrada é selecionada. Isso significa que ao alternar do MSI Cubi 2 para o Splitter HDMI 1×2, o splitter precisa refazer o handshaking entre as entradas e ambas as saídas. Isso interrompe o sinal para o Elgato por uma fração de segundos, o que faz ele dessincronizar e perder a captura por alguns segundos. No caso de transmissões ao vivo isso implica em muitos segundos ou até minutos de interrupção.

É claro que eu poderia resolver isso tendo um monitor a parte para o MSI Cubi 2 ou mesmo usando um laptop para fazer a captura, de modo que eu não precisasse alternar entradas enquanto estou capturando. Mas a ideia é deixar tudo conectado e pronto para ser usado. Ter que conectar um laptop ou um monitor, que não tem espaço para ficar no dia a dia, seria um passo a mais.

Com o Switch HDMI Vention VAA-S20, a troca da entrada (seamless) não causa a perda de sinal para o Elgato, e com isso não há interrupção na captura ou na transmissão ao vivo. O único inconveniente é que não percebo se der algum problema no MSI Cubi 2 e ele parar de gravar, como já aconteceu. Para contornar o problema costumo usar um tablet conectado ao meu canal no Youtube para acompanhar a transmissão.

E como saber se um switch é seamless antes de comprar? Pois bem, alguns indicam isso como característica. Mas uma dica é verificar se o switch tem PIP, que é a capacidade de mostrar uma imagem dentro da outra, ou seja, dá para assistir uma entrada enquanto se espia o que tem nas outras. Um switch com PIP tipicamente é seamless. Outra dica é verificar switches que conseguem mostrar mais de uma entrada dividindo a tela, eles também tendem a ser seamless.

Cabe ressaltar também que o controle remoto do Switch HDMI Vention VAA-S20 usa códigos compatíveis com os do Framemeister XRGB Mini. Desse modo, é preciso tomar cuidado para não mudar configurações do Framemeister ao mudar a entrada do Switch. Por exemplo, o botão da entrada 3 muda o Framemeister para o modo “PICTURE”.

No Splitter HDMI 1×2 está conectado um segundo switch, o Switch HDMI LINK-MI LM-SW04, que permite que eu possa capturar ou transmitir a imagem de vários consoles sem precisar mexer nas conexões. No LINK-MI LM-SW04 estão conectados o Nintendo Switch, o Framemeister XRGB Mini, e o  Analogue Super Nt. Assim eu posso capturar/transmitir estes dois consoles modernos e também os consoles clássicos que estão conectados ao Framemeister.

Apenas dois consoles não estão conectados antes do LINK-MI LM-SW04 e antes do Elgato Game Capture HD60Playstation 3 e Playstation 4 Pro. O Playstation 3 não está conectado porque não se dá muito bem com o LM-SW04, então eu teria que trocar esse switch por um que seja compatível com o Playstation 3. O Playstation 4 Pro usa resolução 4K (e HDR), incompatível com o Elgato. Eu não vou abrir mão de 4K e HDR para capturar o vídeo no Elgato. E de qualquer forma o próprio Playstation 4 Pro faz transmissões no Youtube em 1080p.

Penso em substituir o LINK-MI LM-SW04 eventualmente, para pelo menos incluir o Playstation 3 na lista de consoles capturáveis, mas ainda não encontrei um candidato ideal, com muitas entradas, seamless, e com suporte aos padrões modernos como HDCP 2.2, para garantir longevidade.

E chegamos ao Framemeister XRGB Mini. Como ele só tem uma entrada RGB, o gscartsw_lite faz a função de switch SCART, alternando automaticamente entre as entradas dos quatro consoles clássicos: Sega GenesisSuper NintendoPlaystation One, e  Atari 2600.

E é assim que eu conecto 13 dispositivos diferentes em minha TV e meu receiver, sem precisar mexer em nenhum cabo para selecionar qualquer um deles.

O próximo dispositivo que deve ser adicionado é o Analogue Mega Sg. Ele vai ocupar uma das duas portas que ainda estão vazias no LINK-MI LM-SW04, de modo que vou poder capturar/transmitir a imagem dele sem maiores problemas.

Outro dispositivo que penso em adicionar e que pode ser um tanto mais complicado é o OSSC. Ele não pode substituir completamente o Framemeister porque o Elgato Game Capture HD60 não é compatível com suas resoluções fora de padrão. Apenas o modo de duplicar linhas (480p) é compatível, e eu não quero ficar limitado a 480p. Uma alternativa seria deixar ambos conectados ao mesmo tempo, aproveitando que o gscartsw_lite tem duas saídas. Assim o Framemeister continuaria atuando na imagem a ser capturada, e o OSSC seria ligado diretamente ao Switch HDMI Vention VAA-S20 para fornecer a imagem e som que vão para a TV e o receiver, respectivamente. Mas tenho dúvidas de que até que ponto o OSSC é compatível com minha TV e meu receiver, e mesmo com o Vention VAA-S20. Então pode ser que isso não funcione.

Por outro lado, com o Analogue Super Nt eu praticamente não uso mais o Super Nintendo original. O mesmo provavelmente acontecerá com o Sega Genesis com a chegada do Analogue Mega Sg. Assim o OSSC ficaria apenas para o Atari 2600 e o Playstation One. Não prentendo comprar novos consoles, mas por outro lado Atari 2600 e Playstation One provavelmente não terão um clone em FPGA tão cedo. Então fica essa dúvida.

Tem dúvidas, comentários ou sugestões? Deixe-o aí embaixo. Compartilhe o artigo com seus amigos se você gostou. O Skooter Blog precisa de sua ajuda para continuar existindo. 🙂

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2019/03/05/diagrama-de-conexao-de-videogames-e-outros-dispositivos-c-tv-e-receiver-22-itens/

3
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
1 Thread replies
2 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Hottest comment thread
3 Autores de comentários
Polter Autores de comentários recentes
  Inscrever  
mais novos mais velhos mais votados
Notificar sobre
Polter
Visitante
Polter

Interessante o diagrama. É curioso pq vc não deve jogar estes consoles antigos nem receber visitas que jogam, mas mantém tudo ligado na TV. O seu principal hobby talvez nao seja colecionar os consoles clássicos, mas colecionar dispositivos ligados na TV. Talvez por isso vc mantem ligados simultaneamente o SuperNES e o clone dele. O que vc acha?

Membro
Iuri Fiedoruk

Bacana. Eu tenho uma organização parecida, com um Odyssey na TV de tubo 14″, SNES, NES e Playstation1 em um switch Scart, Mega Drive e Master System em outro Switch Scart, Nintendo 64, GameCube , Atari Flashback, Dactar, Atari 2600 Jr em um conversor AV2HDMI, Playstation 2 direto na entrada componente, PS3, Retron 5 e Wii em um switch HDMI, PS4 direto em uma porta HDMI e os do início (scart, av) em outro switch HDMI.
Quero fazer uma arrumação nos cabos agora, que ficou uma zona, ehehehe.

×