Limpeza dos Consoles Clássicos: Super Nintendo, Playstation One, Atari 2600 e Mega Drive

Ter os consoles clássicos sempre instalados e prontos para usar é bacana. Mas há um inconveniente: poeira.

Meu primeiro time de consoles fica exposto e frequentemente preciso tirar o pó deles. Isso inclusive me motivou a fazer um armário fechado para o segundo time. Mas o primeiro time ainda está no rack aberto da minha sala e sofre bastante com a poeira.

Mesmo com as limpezas periódicas, vez ou outra é preciso fazer uma limpeza mais profunda, para tirar a sujeira grudada e o pó que se esconde nas diversas frestas e não saem facilmente.

Depois de devidamente limpos os consoles ficam tão bonitos que resolvi até tirar algumas fotos e compartilha-las, pois infelizmente eles não param assim por muito tempo. Vamos conferir?

O primeiro a passar pelo processo foi o Super Nintendo. O console tem a carcaça em cinza claro e com uma superfície um tanto rugosa, que tende a encardir. Acho que havia sujeira de mais de 20 anos nela, pois tenho o console desde 1993 e nunca havia feito uma limpeza tão profunda nele. Ficou bem mais clarinho após a limpeza.

Vale destacar que as diferentes partes plásticas estão com diferentes níveis de amarelado do tempo, o que acontece com quase todos os Super Nintendo. Há fórmulas que combinam água oxigenada, Vanish e luz solar (ou ultravioleta) para clareá-lo, mas não tenho intenção de fazer isso por enquanto.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Super Nintendo, após a limpeza profunda.

Em seguida foi a vez do Playstation One. Ele também é clarinho, mais liso que o Super Nintendo, mas também acumula muita sujeira nas frestas. Os pés de borracha também estavam bem sujos.

Não sei quem é o Jucimar que escreveu o nome com caneta na etiqueta de baixo. Já veio assim da loja onde eu o comprei novo. Pode ser o nome do sujeito que passou com ele escondido pela Ponte da Amizade, vai saber…

Playstation One também ficou bem branquinho e bonito.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

Playstation One, após a limpeza.

O próximo da fila foi o Atari 2600. Sua superfície rugosa também tende a encardir, apesar da sujeira aparecer menos no plástico preto. Além disso, a superfície com os sulcos quadradinhos também é complicada de limpar. Mas com um pouco de carinho e paciência ele também ficou limpinho.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Atari 2600, após a limpeza.

Por fim, chegou a vez do Mega Drive. Ele acaba sujando mais que os outros por ficar em cima do rack, enquanto os outros ficam em nichos. As frestas de ventilação no canto esquerdo são as mais complicadas de limpar, juntamente com os espaços dos botões de ligar/desligar e de volume. Mas no final ele também ficou limpinho.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Mega Drive (Sega Genesis), após a limpeza.

Essa limpeza pesada foi feita em setembro de 2017. De lá para cá foram apenas limpezas leves. Mas logo uma nova limpeza pesada será necessária.

Já pensei em fazer capas para os consoles clássicos, para evitar que se sujem tanto, mas ainda não coloquei a ideia em prática.

E você, como limpa seus consoles? E, principalmente, como os mantem limpos? Conte nos comentários.

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2018/01/14/limpeza-dos-consoles-classicos-super-nintendo-playstation-one-atari-2600-e-mega-drive/

2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
1 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Hottest comment thread
2 Autores de comentários
Skooterrodrigo malaquias Autores de comentários recentes
  Inscrever  
mais novos mais velhos mais votados
Notificar sobre
rodrigo malaquias
Visitante
rodrigo malaquias

Olá Skooter!

Quais foram os produtos que utilizou e como foi o processo?