set 04 2015

Fantastic Voyage – Atari 2600

Fantastic Voyage para o Atari 2600 foi lançado em 1982. Ele estava no segundo cartucho de Atari 2600 que tive e ganhei em meados de 1988. O primeiro cartucho foi o Enduro que veio com o console. Por que escolhi o Fantastic Voyage? Na verdade era um cartucho de dois jogos: River Raid e Fantastic Voyage. Era o River Raid que eu já conhecia e a escolha foi por conta dele. O Fantastic Voyage eu nem sabia do que se tratava. Não me recordo agora se chegaram a me mostrar ele na loja, creio que não. Então fiquei feliz ao chegar em casa e ver que se tratava de um bom jogo.

Fantastic Voyage - Atari 2600

Fantastic Voyage – Atari 2600

O cartucho de 2 jogos tinha uma pequena chave na lateral para alternar entre eles.  Graças à preservação da minha velha listinha, posso afirmar que era um cartucho da marca Genus. Lembro que os cartuchos da Genus tinham uma capa genérica, todas iguais, e que nada tinham a ver com o jogo. Apenas na parte de cima do cartucho é que havia uma etiquetinha com o nome dos jogos. Procurando no Google Images acabei encontrando um anúncio do Mercado Livre, já finalizado, com uma foto de um cartucho Genus, faltando apenas a etiqueta com o nome do(s) jogo(s). Inclusive o anúncio também não dizia de que jogo se trata. Mas serviu perfeitamente para refrescar a memória: era exatamente essa a capa do meu cartucho da Genus com River Raid e Fantastic Voyage. Na etiqueta do meu cartucho havia inclusive um erro de grafia, o Fantastic Voyage estava como “Fantastic Voyager”. Infelizmente não me recordo que fim ele teve. Deve ter sido vendido junto com o meu primeiro Atari 2600 ou algum tempo depois.

Cartucho da Genus com jogos para Atari 2600

Cartucho da Genus com jogos para Atari 2600

Hoje sei que o Fantastic Voyage é baseado em um filme homônimo de 1966, que até hoje não assisti. Mas na época eu nem imaginava isso. Saber o enredo do filme naturalmente ajuda a entender o enredo jogo. Na época fez bastante falta um manual. Não me recordo do cartucho da Genus vir com um. Tive que ir descobrindo por tentativa e erro quais eram os objetos a serem destruídos e quais deveriam ser preservados. Por fim, também foi por tentativa e erro que descobri mais ou menos quais eram as diferenças entre os 6 modos de jogo. Hoje o manual está disponível na AtariAge em formato texto e em formato imagem, digitalizado, na Atari Mania, então é bom dar uma conferida antes de jogar.

E o Fantastic Voyage certamente é um jogo que vale a pena revisitar e jogar novamente de vez em quando. Esse cartucho esteve comigo durante praticamente todo o tempo que tive o Atari 2600 na minha infância. E vez ou outra sempre o colocava no console para jogar um pouco de River Raid e/ou um pouco de Fantastic Voyage.

Como de costume, fiz um videozinho do meu retorno ao Fantastic Voyage jogando no console original e com o joystick original, o mais parecido possível com a forma como eu jogava na minha infância.

Para fechar, eis alguns dos itens que foram utilizados para fazer a gravação do gameplay do Fantastic Voyage, e que já foram mostrados aqui no Skooter Blog:

  1. Elgato – Game Capture HD60
  2. Atari 2600 VCS dos EUA com S-Video, Vídeo Composto, Áudio Estéreo e Pausa
  3. Framemeister XRGB Mini
  4. Harmony Cartridge
  5. Joystick CX40

Link permanente para este artigo: https://www.skooterblog.com/2015/09/04/fantastic-voyage-atari-2600/

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar sobre
avatar
wpDiscuz